Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento de uma metodologia para avaliação longitudinal da densidade óptica mandibular em ratos

.

Desenvolvimento de uma metodologia para avaliação longitudinal da densidade óptica mandibular em ratos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento de uma metodologia para avaliação longitudinal da densidade óptica mandibular em ratos
Autor Mahl, Celia Regina Winck
Orientador Fontanella, Vania Regina Camargo
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Osteoporose
Radiografia bucal
Resumo Esta tese teve como proposta desenvolver uma metodologia para avaliação longitudinal da densidade óptica mandibular por subtração radiográfica em ratos, sendo apresentada na forma de três artigos. O primeiro testou a reprodutibilidade de um dispositivo posicionador para a obtenção de radiografias laterais oblíquas da mandíbula de ratos. Cinco cabeças de ratos preservadas em formol foram radiografadas três vezes cada. As imagens foram digitalizadas e a primeira (G1) foi mantida inalterada. Na segunda (G2) e terceira imagens (G3) foi digitalmente simulada perda óssea de 3% e 5%, respectivamente. As imagens do mesmo animal foram subtraídas na seguinte seqüência: G1 x G2 e G1 x G3. Foram, então, obtidos os valores médios e desvio-padrão da intensidade de pixel nas áreas de perda simulada e em uma área controle. A densidade óptica média das áreas teste, para ambas as intensidades de perda óssea simulada, foi significativamente menor que a da área controle. Concluiu-se que o dispositivo permitiu a realização de radiografias suficientemente padronizadas para identificar perdas ósseas incipientes em imagens de subtração. O segundo artigo avaliou os parâmetros ideais para a obtenção de radiografias laterais oblíquas da mandíbula de ratos, de forma a obter imagens de qualidade, que permitam visualizar as estruturas anatômicas. Foram radiografadas cabeças de quatro ratos mantidas em formol, expostas com 50 kV e 8 mA, filme número 2 de sensibilidades D e E, duas distâncias focais (30 e 60 cm) e sete tempos de exposição (0,6, 0,7, 0,8, 1, 1,5, 2,0 e 2,5 s). As imagens foram avaliadas por dois examinadores e classificadas de acordo com a qualidade: 1, muito ruim; 2, ruim; 3, aceitável; 4, boa e 5, excelente. A reprodutibilidade intra e interobservador foram substanciais. Com 30 cm, filmes de sensibilidade E tiveram escores médios de 4 e 5 com 0,8 e 1 s de exposição e filmes de sensibilidade D com tempos de 1,5, 2 e 2,5 s. Com 60 cm os melhores resultados foram encontrados com filme de sensibilidade E e exposição de 2 e 2,5 s. No terceiro artigo o objetivo foi verificar se a perda de densidade óssea induzida pela metilprednisolona e recuperada pela administração de risedronato se expressa em termos de alteração da densidade óptica em imagens de subtração radiográfica. Foram utilizadas 36 ratas Wistar divididas em três grupos. O primeiro recebeu solução salina, o segundo e o terceiro receberam metilprednisolona por 12 semanas. O terceiro grupo recebeu tratamento adicional de 12 semanas com risedronato sódico. Os animais tiveram a hemimandíbula esquerda radiografada no início do experimento e após as 12 semanas de período experimental. O grupo 3 foi novamente radiografado após o uso de risedronato. As radiografias foram analisadas por subtração radiográfica e a mesma área da mandíbula foi avaliada por microscopia óptica. O grupo que recebeu corticóide apresentou proporção significativamente menor de trabéculas ósseas por campo que os grupos 1 e 3. O glicocorticóide causou perda significativa de densidade radiográfica e o risedronato recuperou-a, sendo estas alterações evidenciadas na subtração radiográfica.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/11106
Arquivos Descrição Formato
000606453.pdf (6.794Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.