Repositório Digital

A- A A+

Django Livre: a dissonância temporal na construção do personagem-título

.

Django Livre: a dissonância temporal na construção do personagem-título

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Django Livre: a dissonância temporal na construção do personagem-título
Autor Dias, Arethusa Silvestri
Orientador Rossini, Miriam de Souza
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo.
Assunto Django Livre (Filme). Crítica e interpretação
Trilha sonora
[en] African-american music
[en] Cinema
[en] Communication
[en] Django unchained
[en] Soundtrack
[en] Tarantino, Quentin
[en] Temporal dissonance
Resumo Esta monografia visa analisar como a dissonância temporal – termo que remete à trilha sonora composta por canções não correspondentes à época retratada na narrativa – contribui na construção do personagem-título do filme Django Livre (2012), do diretor americano Quentin Tarantino, e que funções e efeitos ela tem na obra. A pesquisa abordou a trajetória do negro nos Estados Unidos, bem como os diferentes gêneros musicais nascidos nas comunidades negras daquele país, como o Soul e o Rap, pensados a partir da análise dos autores Sílvio Anaz e Tricia Rose, respectivamente. Também foi estudada a trilha sonora, no âmbito de seu histórico na indústria do cinema, suas funções e efeitos, bem como a dissonância temporal na trilha cinematográfica e a forma com que Quentin Tarantino utiliza a música na sua obra. Foram utilizados conceitos e princípios do uso de música em cinema a partir das discussões propostas por Roy Prendergast, Pauline Reay e Ronel Alberti da Rosa. O objeto de análise compreende três sequências musicais da narrativa, que foram estudadas levando em consideração os seus gêneros musicais em seus contextos históricos, além do conteúdo lírico das canções. A análise propriamente dita foi realizada levando em consideração não somente o conteúdo estudado previamente, mas também as observações do autor sobre cada sequência e sua relação com a trajetória do personagem-título.
Abstract This monograph aims to analyze how the temporal dissonance – term that refers to soundtracks composed by songs that do not correspond to the time period portrayed in the narrative – contributes in the construction of the title character from the movie Django Unchained (2012), by director Quentin Tarantino, and which functions and effects it meets in the film. The research approached the history of black people in the United States, as well as the different music genres that were born within the black communities in that country, like Soul and Rap, based on the analysis of authors Sílvio Anaz and Tricia Rose, respectively. The soundtrack was also studied, through the scope of its history in the film industry, its functions and effects, as well as the temporal dissonance of movie soundtracks and the way in which Quentin Tarantino uses music in his works. Concepts and principles of the use of music in films were utilized based on the discussions proposed by Roy Prendergast, Pauline Reay e Ronel Alberti da Rosa. The analysis object comprehends three sequences in the narrative, which were studied considering their music genres and their historical contexts, in addition to the lyrical content of the songs. The analysis itself was built considering not only the content previously presented, but the author’s observations on each sequence and its relationship with the development of the title character.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/111783
Arquivos Descrição Formato
000952771.pdf (1.444Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.