Repositório Digital

A- A A+

Arte e ensino tecnológico : deslocamentos para pensar a formação docente

.

Arte e ensino tecnológico : deslocamentos para pensar a formação docente

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Arte e ensino tecnológico : deslocamentos para pensar a formação docente
Autor Amaral, Carla Giane Fonseca do
Orientador Loponte, Luciana Gruppelli
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Arte
Formação de professores
[en] Art
[en] Formation
[en] Teaching
[en] Technological education
Resumo Esta pesquisa insere-se no contexto do ensino tecnológico e tem como inquietações iniciais os diferentes movimentos provocados pela presença de intervenções artísticas realizadas por alunos em um campus de um Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul. Ao observar os tensionamentos referentes à presença da arte nessa escola, percebeu-se que alguns docentes apresentavam certo tipo de resistência ou desconfiança com relação a tais atividades. Para entender os movimentos que a arte provoca nesse ambiente dedicado ao ensino de técnicas para o mercado de trabalho, desenvolveu-se esse estudo com o objetivo de investigar os possíveis deslocamentos na docência no ensino tecnológico, a partir da relação desses docentes com a arte, em especial com práticas artísticas contemporâneas. A questão central da pesquisa pretendeu entender que deslocamentos a arte, em especial a arte contemporânea, pode provocar para a docência no ensino tecnológico. O referencial teórico é centrado em diversos autores: Friedrich Nietzsche, com sua valorização da arte como potência para a vida, fazendo acreditar em sua potência para a formação docente; Nadja Hermann, com estudos a respeito da contribuição da experiência estética para a educação, permitindo pensar sobre a possibilidade de uma educação estética na Educação Profissional e Tecnológica; Michel Foucault, com a noção de deslocamento, auxilia a problematizar os movimentos provocados pelas práticas artísticas contemporâneas nesse campo; Luciana Loponte, com o conceito de docência artista, questiona as possíveis brechas para um processo contínuo de invenção de si mesmo entre os docentes da EPT. A pesquisa tem uma abordagem qualitativa e realizou-se a partir da produção de dados com aplicação de questionários aos docentes da escola durante exposição de práticas artísticas e, em outro momento, enquanto era feita exibição de vídeos artísticos no saguão da instituição. Como estratégias metodológicas, também foram realizadas entrevistas com docentes de variadas formações, entrecortadas por reproduções de obras de arte. Além disso, foi feita análise de documentos a respeito do ensino de arte na escola pesquisada e levantamento bibliográfico a respeito da trajetória do ensino profissionalizante no Brasil e da formação docente para esse sistema de ensino. O estudo destaca diversos deslocamentos na relação entre os professores da EPT e a arte: a necessidade de formação continuada que aparece nos relatos dos docentes é problematizada a partir de suas formações iniciais; a reação às práticas artísticas na escola se relaciona com a abertura dos docentes à arte na vida cotidiana e com as concepções de arte que circulam nesse cenário; a formação inicial dos docentes não parece ser determinante para a forma como se relacionam com a arte; está se instaurando um processo de abertura às experiências estéticas na escola pesquisada e a docência artista já se faz presente na atuação profissional de alguns docentes que da EPT. A pesquisa reforça as discussões a respeito das relações entre a arte contemporânea e a formação docente, apontando o potencial da arte para a criação de alternativas de formação continuada a partir dos questionamentos trazidos pelas produções artísticas contemporâneas a esse sistema de ensino.
Abstract This search insets in the context of technological education and it has as initial concerns, the different movements caused by the presence of public artistic interventions performed by students in a campus of Federal Institute of Education, Science and Technology in RS. By observing the tensions related to the presence of art in that school, it was noticed that some teachers of technical education showed one kind of resistance or distrust regarding these activities. To understand the movements that art causes this environment dedicated to teaching techniques for the labor market, this study was developed in order to investigate possible displacements in teaching in technological education, from the relationship of teacher with art, especially with contemporary artistic practices. The central research question wanted to understand that displacements the art, especially contemporary art, can lead to teaching in technological education. This search is supported by several authors: Friedrich Nietzsche, with his appreciation of art as potency for life, making believe in its potency for teaching formation; Nadja Hermann, with studies regarding the contribution of aesthetic experience for education, making to think about possibilities of aesthetic education in PTE; Michel Foucault, with the notion of displacement, helps to problematize the movements caused by contemporary art practices in this area; Luciana Loponte, with de concept of artistic teaching, questions the possible gaps for a continuous process of inventing oneself among PTE teachers. The research has a qualitative approach and was carried out from the production data with application of questionnaires to teachers during exposure of artistic practices and, at another time, as was done artistic exhibition of videos in the hall of the institution. As methodological strategies were also conducted interviews with various formations teachers, interspersed with reproductions of works of art. In addition, was made analysis of documents about the learning of art in school researched and literature about the vocational training course in Brazil and continuing formation teachers for this school system. The study highlights several displacements in the relationship between teachers PTE and art: the necessity of continuing education that showed in the teachers’ reports is problematic from their initial formation; the reaction to artistic practices in school relates to the opening of teachers of art in daily life and the conceptions of art that circulate in this scenario; the initial teacher formation has not seemed to be decisive in this process; is introducing a process of displacement toward a bigger opening to artistic experiences at the school researched and artistic teaching is already present in the professional performance of some teachers who PTE. The search reinforces the discussions about relationship between contemporary art and teacher’ formation, pointing out the art potential to create alternatives of continuing education from questions brought up by contemporary artistic productions to this educational system.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/111889
Arquivos Descrição Formato
000951959.pdf (4.689Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.