Repositório Digital

A- A A+

Ocratoxina A : análise da qualidade de vinhos brasileiros e importados

.

Ocratoxina A : análise da qualidade de vinhos brasileiros e importados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ocratoxina A : análise da qualidade de vinhos brasileiros e importados
Outro título Ochratoxin A : quality analysis of brazilian and imported wines
Autor Hoeltz, Michele
Monezzi, Laurita Pinto
Manfroi, Vitor
Noll, Isa Beatriz
Dottori, Horacio Alberto
Resumo Estudos em diferentes partes do mundo mostraram que o vinho pode conter Ocratoxina A, uma micotoxina com propriedades nefrotóxicas e carcinogênicas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a presença de Ocratoxina A em vinhos brasileiros e importados, utilizando-se a técnica de cromatografia em camada delgada com detector de carga acoplada. Foram analisadas 63 amostras de vinhos tintos brasileiros, argentinos, uruguaios e chilenos. O método se mostrou suficientemente sensível para análise da micotoxina em vinho, com recuperação de 99%. Os limites de detecção e quantificação foram 0,2 e 0,4 μg.L–1, respectivamente. Não foi constatada a presença de Ocratoxina A em nenhuma das 63 amostras analisadas. A baixa ocorrência dessa micotoxina registrada neste estudo está de acordo com trabalhos semelhantes já realizados e contribui, de certa forma, para a comprovada qualidade do vinho, produzido principalmente no sul do Brasil, além de garantir a saúde da população consumidora desses produtos.
Abstract Studies in different parts of the world have shown that wine may contain ochratoxin A, a mycotoxin with nephrotoxic and carcinogenic characteristics. The aim of this study was to evaluate the presence of ochratoxin A in wines from different countries, including Brazil, using thin layer chromatography with charged-coupled device technique. The method was sufficiently sensitive for mycotoxin analysis, with mean recovery of 99%. The limits of detection and quantification were 0.2 and 0.4 μg.L–1, respectively. It was not observed the presence of ochratoxin A in any of the 63 samples analyzed. The low occurrence of this mycotoxin is consistent with similar studies already undertaken and contributes to establish the quality of the wine, especially for the product from southern Brazil; besides ensuring the health of the population consuming these products.
Contido em Brazilian Journal of Food Technology = Revista Brasileira de Tecnologia de Alimentos. V. 15, nesp (maio 2012), p. 58-63
Assunto Ocratoxina A
Qualidade do alimento
Vinho
[en] Brazilian wines
[en] Charged coupled device
[en] Imported wines
[en] Ochratoxin A
[en] Thin layer chromatography
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/111929
Arquivos Descrição Formato
000922109.pdf (530.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.