Repositório Digital

A- A A+

Cognitive-behavioral therapy for anxiety disorders in children and adolescents : a systematic review of follow-up studies a systematic review of follow-up studies

.

Cognitive-behavioral therapy for anxiety disorders in children and adolescents : a systematic review of follow-up studies a systematic review of follow-up studies

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Cognitive-behavioral therapy for anxiety disorders in children and adolescents : a systematic review of follow-up studies a systematic review of follow-up studies
Outro título Terapia cognitivo-comportamental para transtornos de ansiedade na infância e adolescência : revisão sistemática de estudos de seguimento
Autor Davis, Roberta
Souza, Maria Augusta Mansur de
Rigatti, Roberta
Heldt, Elizeth Paz da Silva
Abstract Objective: To conduct a systematic review about the long-term response to cognitive- -behavioral therapy (CBT) for anxiety disorders (ADs) in children and adolescents. Methods: The PubMed and ISI Web of Science databases were consulted. Search in the databases was performed in November 2012 and included cohort studies after CBT for ADs in children and adolescents with a follow-up period over 12 months. Results: A total of 10 papers met the inclusion criteria. The follow-up period ranged from 12 months to 13 years and the results generally showed maintenance of the short-term benefits with CBT. However, the studies presented limitations, especially regarding methods, such as lack of a control group and losses to follow-up. Conclusion: The long-term benefits of CBT were identified, however it would be interesting to conduct other studies with more frequent assessment periods, in order to minimize losses to follow-up, in addition to evaluating children and adolescents in the various stages of their development.
Resumo Objetivo: Realizar uma revisão sistemática sobre a resposta em longo prazo à terapia cognitivo- comportamental (TCC) para transtornos de ansiedade (TAs) em crianças e adolescentes. Métodos: Foram consultadas as bases PubMed e ISI Web of Science. A pesquisa nas bases de dados foi realizada em novembro de 2012 e incluíram-se estudos de coorte após TCC para TAs na infância e adolescência com período de seguimento superior a 12 meses. Resultados: Um total de 10 artigos preencheu os critérios de inclusão. O período de seguimento variou entre 12 meses e 13 anos e, em geral, os resultados indicaram a manutenção dos ganhos com a TCC em curto prazo. No entanto, os estudos apresentaram limitações, principalmente em relação ao método, como ausência de grupo controle e perdas de seguimento. Conclusão: Foram identificados os benefícios da TCC em longo prazo, porém seria interessante a realização de outros estudos que mantivessem períodos de avaliação mais frequentes a fim de minimizar perdas de seguimento, além de avaliar a criança e o adolescente nas diferentes etapas de seu desenvolvimento.
Contido em Jornal brasileiro de psiquiatria. Rio de Janeiro. Vol. 63, no. 4 (2014), p. 373-378
Assunto Adolescente
Ansiedade
Criança
Psiquiatria
Terapia cognitiva
[en] Anxiety disorders in children and adolescents
[en] Cognitive-behavioral therapy
[en] Follow-up studies
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/111987
Arquivos Descrição Formato
000952522.pdf (157.1Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.