Repositório Digital

A- A A+

Corpos hipabissais correlacionados à formação Serra Geral na região do cerro do Coronel, RS : geologia e petrologia

.

Corpos hipabissais correlacionados à formação Serra Geral na região do cerro do Coronel, RS : geologia e petrologia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Corpos hipabissais correlacionados à formação Serra Geral na região do cerro do Coronel, RS : geologia e petrologia
Outro título Hypabyssal bodies correlated with Serra Geral Formation in the Cerro do Coronel region, RS : geology and petrology
Autor Sarmento, Carla Cecília Treib
Sommer, Carlos Augusto
Lima, Evandro Fernandes de
Oliveira, Diego Skieresz de
Resumo A Formação Serra Geral é caracterizada por um expressivo volume de derrames básicos de composição toleítica e pela presença muito subordinada de vulcanitos ácidos. Inúmeros corpos intrusivos (soleiras e diques) são correlacionados com esta unidade e, juntamente com os depósitos vulcânicos, constituem a Província Magmática do Paraná. Este trabalho trata da investigação geológica e petrológica das intrusões básicas/intermediárias da região do Cerro do Coronel, a sudeste da cidade de Pantano Grande, RS. Esses corpos hipabissais estão estratigraficamente vinculados à Formação Serra Geral e formam um alinhamento com orientação NW-SE. Apresentam contatos concordantes com rochas sedimentares das Formações Rio Bonito e Irati. Disjunções colunares são comuns em todas as ocorrências estudadas e são afetadas por forte fraturamento NE e NW. A pequena variação faciológica é caracterizada por termos equigranulares finos a muito finos e, raramente, porfiríticos. Texturalmente, essas rochas apresentam o predomínio da textura intergranular e localmente subofítica. São constituídos essencialmente por plagioclásio, augita, minerais opacos e, raramente, olivina. Apatita e quartzo ocorrem como minerais acessórios. Mesóstase félsica ocorre como etapa final da cristalização. Os dados geoquímicos de elementos maiores e elementos-traço permitem classificar as rochas desses corpos hipabissais como andesitos basálticos de afinidade toleítica, cuja evolução deu-se por mecanismos de cristalização fracionada, envolvendo principalmente o fracionamento de plagioclásio e augita. As características dos elementos maiores, elementos-traço e elementos terras raras são compatíveis com as apresentadas para magmatismo vinculado a grandes províncias basálticas continentais, como Províncias do Deccan Traps, Paraná-Etendeka, Columbia River, Siberian Traps e Karoo. Estas rochas apresentam concentrações de TiO2 inferiores a 2%, mostrando uma tendência para o magma-tipo Esmeralda da Província Magmática do Paraná.
Abstract The Serra Geral Formation is characterized by an expressive volume of tholeiitic basic lava flows and a subordinate presence of acid volcanites. Intrusive bodies (dikes and sills) are correlated to this unit, and, along with volcanic deposits, constitute the Parana Magmatic Province. This research is about the geological and petrological investigation of basicintermediate intrusions of the Cerro Coronel region, southeast of the city of Pantano Grande, RS. These hypabyssal bodies are stratigraphically linked to the Serra Geral Formation and form an alignment with NW-SE orientation. They are intrusive in sedimentary rocks of Irati and Rio Bonito Formations. All intrusives present columnar disjunctions and are affected by strong NE and NW fracturing. The small facies variation is predominantly constituted by fine equigranular rocks and, rarely, porphyritic terms. Intergranular texture is a very common feature, but subophitic texture is present too. Primary mineralogy is characterized by plagioclase, augite, opaque minerals and, scarcely, olivine. Apatite and quartz occur as accessory minerals. Mesostasis of felsic composition occurs as the final stage of crystallization. Geochemical data of major and trace elements allow the classification of the rocks as basaltic andesite with tholeiitic affinity, whose evolution occurred probably by fractioned crystallization mechanisms, involving mainly plagioclase and augite. The characteristics of the major, trace, and rare earth elements are compatible with those presented for magmatism related to large continental tholeiitic provinces such as Deccan Traps, Paraná-Etendeka, Columbia River, Siberian Traps and Karoo. These rocks have concentrations below 2% of TiO2, showing a tendency to Esmeralda magma-type of the Paraná Magmatic Province.
Contido em Geologia USP. Série científica, São Paulo, SP. Vol. 14, n. 2 (jun. 2014), p. 23-44
Assunto Formacao serra geral
Magma
Petrologia
Rochas hipabissais
Vulcanismo ácido
[en] Basic-intermediate hypabyssal rocks
[en] Magma-type
[en] Serra Geral Formation
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/112116
Arquivos Descrição Formato
000934722.pdf (10.41Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.