Repositório Digital

A- A A+

Automedicação entre profissionais da saúde

.

Automedicação entre profissionais da saúde

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Automedicação entre profissionais da saúde
Outro título Self medication among health professionals: integrative revision
Autor Galvan, Micheli Rita
Orientador Dal Pai, Daiane
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Automedicação : Pessoal de saúde
Saúde do trabalhador : Pessoal de saúde
[en] Health professional
[en] Occupational health
[en] Self medication
Resumo O presente estudo teve como objetivo conhecer as evidências disponíveis na literatura nacional e internacional sobre automedicação em profissionais da saúde. Realizou-se uma Revisão Integrativa da Literatura com buscas na Base de Dados de Enfermagem (BDEnf), Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL), Embase, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Pubmed, SCOPUS, Web of Science, Biblioteca Virtual em Saúde Brasil (BVS) e no portal de periódicos Scientific Eletronic Library Online (SciELO). Foram selecionados 19 artigos que atenderam aos critérios de inclusão, sendo a maioria classificado com nível de evidência 6 (n=17). A análise dos artigos permitiu afirmar que a automedicação é uma prática frequente e aceita entre profissionais da saúde, com destaque para a categoria médica, que apresentou maior número de publicações (n=8) e com as maiores prevalências. O consumo de fármacos que não exigem prescrição foi acentuado em farmacêuticos e profissionais de enfermagem. As prevalências se mostraram maiores em indivíduos mais jovens e com maior escolaridade. O sintoma que mais estimulou a automedicação foi a dor de cabeça, e os medicamentos mais usados foram os analgésicos. A análise realizada permitiu identificar lacunas relacionadas à compreensão dos aspectos laborais associados à automedicação, os efeitos dessa prática sobre a saúde dos profissionais, bem como maior aprofundamento sobre os fatores desencadeantes da automedicação. É necessário identificar medidas que controlem essa prática a fim de preservar a saúde dos trabalhadores da área da saúde.
Abstract This study aimed to get to know available evidence in national and international literature about self medication among health professionals. An integrative revision was carried out based on research data from Nursing Data (BDEnf), Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL), Embase, Latin-American Literature and from Caribbean in Health Science (LILACS), Pubmed, SCOPUS, Web of Science, Health Virtual Library Brazil (BVS) and the portal of journals Scientific Eletronic Library Online (SciELO). Nineteen articles considered inclusive according to criteria of inclusiveness were selected and the majority was classified with evidence levels 6 (n=17). The articles' analyses supported the assertion that self medication is a frequent practice among health professionals, especially those in the medical area, presenting a greater number of publications (n=8) and the greatest susceptibility. The consumption of drugs not requiring medical prescription was high among pharmaceutical and nursing professionals. Greater susceptibility was shown among younger professionals and among those with higher school education. The symptom identified as a great estimulator for the use of drugs was headache and painkillers were the most frequently used drugs. Such analysis allowed us to spot gaps in the understanding of the labor aspects associated to self medication, the effects of such practice upon the health of professionals as well as to deepen the knowledge of the triggering factors that lead to self medication. It's necessary to identify measures that control this practice so as to maintain the health of health professionals.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/112143
Arquivos Descrição Formato
000953655.pdf (576.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.