Repositório Digital

A- A A+

The evolution of sheep production in Rio Grande do Sul and Uruguay : a comparative analysis of structural change

.

The evolution of sheep production in Rio Grande do Sul and Uruguay : a comparative analysis of structural change

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título The evolution of sheep production in Rio Grande do Sul and Uruguay : a comparative analysis of structural change
Outro título Evolução da produção ovina no Rio Grande do Sul e Uruguai : análise comparativa de mudança estrutural
Autor Viana, João Garibaldi Almeida
Waquil, Paulo Dabdab
Abstract This study intended to analyze comparatively the evolution and the structural changes in sheep production in Rio Grande do Sul and Uruguay, being the international wool crisis used as a reference point. The analysis method was based on an econometrics time series, and the analysis began with the estimation of models that used linear and semi logarithmic regression. The estimation of the models proved that there were structural changes in sheep production in these regions, and this estimation used the wool crisis as a point of reference. In Rio Grande do Sul after 1990, the variables of sheep stock, wool and sheep meat presented a negative variable in their posted annual growth rates, as they decreased by 5.9%, 5.6% and 5.6%, respectively. The negative growth rates in Uruguay for the same variables in the same period were 6.1%, 5.6% and 0.9%, respectively. The data models indicate that there was no return to a balanced situation after the changes caused by the crisis. Therefore, the sheep market was permanently affected, which dynamically determined the evolution of sheep production and was defined by changes and uncertainty.
Resumo O artigo teve por objetivo analisar comparativamente a evolução e a mudança estrutural da produção ovina no Rio Grande do Sul e Uruguai utilizando como ponto de referência a crise internacional de lã. O método de análise baseou-se na econometria de séries temporais, partindo da estimação de modelos de regressão linear e semilogarítmica. A estimação dos modelos comprovou a mudança estrutural na produção ovina do Rio Grande do Sul e Uruguai, tendo como referência a crise da lã. No Rio Grande do Sul, as variáveis de rebanho ovino, produção de lã e de carne ovina apresentou uma variação negativa em sua taxa anual pós-1990 de 5,9%, 5,6% e 5,6%, respectivamente. No Uruguai, as taxas negativas foram de 6,1%, 5,6% e 0,9%, para as mesmas variáveis do período. Os dados dos modelos indicam que não houve retorno a uma situação de equilíbrio após as transformações da crise. Assim, o mercado ovino foi afetado de forma permanente, determinando a evolução da ovinocultura nas regiões como uma trajetória dinâmica, definida por mudanças e incertezas.
Contido em Ciência rural. Santa Maria. Vol. 43, n. 6 (jun. 2013), p. [1134]-1140
Assunto Agronegócios
Econometria

Ovinocultura
Pecuária
Rio Grande do Sul
Uruguai
[en] Agribusiness
[en] Agricultural economics
[en] Sheep-raising
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/112186
Arquivos Descrição Formato
000937320.pdf (407.9Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.