Repositório Digital

A- A A+

Territorialidades judaicas no espaço urbano de Porto Alegre/RS

.

Territorialidades judaicas no espaço urbano de Porto Alegre/RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Territorialidades judaicas no espaço urbano de Porto Alegre/RS
Autor Santos, Maria Medianeira dos
Orientador Soares, Paulo Roberto Rodrigues
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
Assunto Espaço urbano
Porto Alegre (RS)
Territorialidade
Urbanização
[en] Culture
[en] Identity
[en] Jewish
[en] Territoriality
[en] Territory
[en] Urban space
Resumo A presente tese problematiza como os imigrantes judeus e seus descendentes vieram e vêm dominando e se apropriando do espaço nos diferentes processos de desterritorializações e reterritorializações judaicas, tendo a cidade de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul, Brasil, como foco de análise. Os imigrantes judeus e seus descendentes, em diferentes momentos históricos e geográficos, organizaram e implementaram nos seus novos espaços determinadas formas de dominação e apropriação. Isso permite evidenciar "geossímbolos" que estão presentes em determinadas cidades, que demarcam a presença deste grupo cultural. Em Porto Alegre, a comunidade judaica formou-se a partir do início do século XX. Na cidade, a presença dos judeus é visível através de um conjunto de elementos materiais que se encontram difundidos pela paisagem urbana da capital gaúcha. O bairro Bom Fim é o espaço onde a identidade judaica se faz mais viva, pois nele é possível encontrar diversas sinagogas, além de instituições de caráter social e cultural. A pesquisa foi realizada com base em registros históricos, trabalhos de campo, entrevistas com membros da comunidade judaica e análise dos "marcadores identitários" no espaço urbano. O estudo das migrações e das territorializações delas derivadas, especialmente pelo viés cultural, permite obter importantes contribuições para o estudo das novas territorialidades em formação no mundo contemporâneo.
Abstract This thesis discusses how Jewish immigrants, as well as their descendants have been dominating and appropriating space through the different processes of jewish deterritorialization and reterritorializations, focusing Porto Alegre, the principal city capital of Rio Grande do Sul state, Brazil. Jewish immigrants and their descendants, throughout the different historical and geographical realms, organized and implemented in their new spaces certain forms of domination and appropriation. This allows us to highlight "geossymbols" that are present in certain cities, marking the presence of this particular cultural group. In Porto Alegre, the Jewish community began to establish from the early twentieth century. The presence of Jews is visible by a set of material elements broadcasted by the urban landscape of the state capital. The Bom Fim neighborhood is the place where Jewish identity is more alive, because it is possible to find several synagogues, and social and cultural institutions. The documental research was based on historical records, fieldwork, interviews with members of the Jewish community and analysis of "identity markers" in the urban space. The study of migration and the derived territorializations, especially by the cultural bias, provides important contributions to the study of new territorialities in the formation of the contemporary world.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/112208
Arquivos Descrição Formato
000954082.pdf (12.43Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.