Repositório Digital

A- A A+

Limites na educação infantil : as representações sociais de pais e professores

.

Limites na educação infantil : as representações sociais de pais e professores

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Limites na educação infantil : as representações sociais de pais e professores
Outro título Children and the construction of limits : mothers and teachers’ social representation
Autor Araujo, Greicy Boness de
Orientador Sperb, Tania Mara
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento (até 2007).
Assunto Desenvolvimento infantil
Educação infantil
Escola
Mãe : Psicologia
Professores
Psicologia da criança
Representação social
[en] Children development
[en] Limits
[en] Narratives
[en] Social representation
Resumo A educação de crianças tem gerado inquietações na atualidade e observa-se que pais e professores demonstram dificuldades para delimitar seus papéis e ações no que se refere à colocação de limites. Tendo como referencial teórico a Teoria das Representações Sociais, este estudo investigou as representações de mães e professoras sobre limites no desenvolvimento infantil com o objetivo de compreender como estas se relacionam com as práticas educativas. O estudo contou com a participação de 14 mães e 8 professoras de educação infantil de escolas particulares de Porto Alegre. A entrevista narrativa e a análise de conteúdo foram utilizadas, respectivamente, como procedimentos de coleta de dados e análise. Os resultados indicaram a representação de limites, preferentemente, como fronteiras a serem respeitadas em prol da moralidade. O uso do diálogo é um recurso presente nas narrativas das mães e professoras, assim como a necessidade de tolerância. Mães e professoras demonstram muitas dúvidas, culpas e inseguranças que repercutem no desenvolvimento dos limites das crianças. As professoras atribuem a responsabilidade da falta de limites às famílias. Já as mães não percebem a escola como uma aliada na educação das crianças.
Abstract Nowadays, children’s education is generating apprehension in parents and teachers who show difficulties in delimiting their roles and actions when related to the placing of limits. Based on the Theory of Social Representations, the present study investigated the social representations of mothers and teachers about limits in children’s development with the aim of understanding how these representations relate with educational practices. Fourteen mothers and eight teachers of private preschools of Porto Alegre participated in the study. Narrative interviews and content analysis were used respectively as procedures of data collection and data analysis. Results indicated the representation of limits mainly as barriers to be respected in favor of morality. The use of dialogue is a resource used in the narratives of mothers and teachers as well as the need for tolerance. Mothers and teachers show many doubts, guilt and lack of security that reflect in children’s development of limits. Teachers attribute the lack of limits to families and mothers do not consider school as an allied in children’s education.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/11249
Arquivos Descrição Formato
000611117.pdf (213.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.