Repositório Digital

A- A A+

Análise do desenvolvimento de infestações de Sitophilus spp. em milho orgânico embalado em atmosfera modificada (am)

.

Análise do desenvolvimento de infestações de Sitophilus spp. em milho orgânico embalado em atmosfera modificada (am)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise do desenvolvimento de infestações de Sitophilus spp. em milho orgânico embalado em atmosfera modificada (am)
Outro título Development of sitophilus spp. infestation on organic corn grain wrapped in modified atmosphere (MAP)
Autor De Carli, Marcelo
Orientador Noreña, Caciano Pelayo Zapata
Co-orientador Lorini, Irineu
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências e Tecnologia de Alimentos. Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos.
Assunto Atmosfera modificada
Contaminação do alimento
Milho orgânico
Praga de produto armazenado
Resumo O milho (Zea mays L.) é um dos grãos de maior importância econômica no mundo, requerendo grandes áreas para sua estocagem. Uma das etapas importantes no armazenamento é o expurgo, empregado para controle de pragas de insetos das espécies Sitophilus spp. Atualmente, a cultura de milho orgânico está em constante aumento devido à crescente exigência do mercado por produtos livres de resíduos químicos. Para produtos orgânicos, o emprego do dióxido de carbono (CO2) como agente de controle de insetos, é uma alternativa interessante, pois este tem como principal vantagem a de não deixar resíduos após aplicação. O objetivo desta pesquisa foi avaliar o controle de insetos Sitophilus spp no milho orgânico embalado mediante o uso de CO2 (atmosfera modificada). Para esse fim, foram criados insetos e colocados em milho (previamente limpo e selecionado) contidos em potes plásticos com tampa com tela. Após 45 dias, as amostras contendo os insetos foram colocadas em embalagens barreira e fechadas em embaladora a vácuo compensado em diferentes níveis de CO2: 0 (ar sintético), 20, 40, 60 e 80% e tempos de exposição de: 1, 2, 3, 4, 5, 15 e 30 dias. Após aplicação dos tratamentos foi realizada a contagem dos insetos vivos de acordo com metodologia proposta pela FAO. Durante os períodos de aplicação dos tratamentos, foram analisados o teor de umidade, acidez e pH no milho e a concentração de CO2, dentro da embalagem. Também foi avaliado o efeito dos tratamentos sobre a capacidade dos insetos de gerarem descendência (efeito progênie). Foi constatado que as maiores taxas de mortalidade de insetos adultos foram nos primeiros cinco dias de exposição à AM em todos os níveis de concentração de CO2 estudados. Para períodos de exposição de 15 e 30 dias, foi observado que foram eliminados todos os insetos adultos nas concentrações de 20, 40, 60 e 80% de CO2. Durante os experimentos verificou-se que as concentrações de CO2 no interior das embalagens, em atmosfera modificada, se mantiveram estáveis até o quinto dia de exposição e a partir do qual começaram a diminuir, comportamento este observado em todas as concentrações de atmosfera estudadas. Para o teor de umidade e a acidez houve interação entre o tempo de exposição e a composição atmosférica, enquanto para o pH existiram diferenças significativas e com médias muito próximas para as atmosferas testadas, porém sem variação de pH significativa em 30 dias. A aplicação de AM com tempos menores que cinco dias não afetou a progênie dos insetos, no entanto, a partir do décimo quinto dia, qualquer concentração de CO2 estudada foi efetiva na eliminação de todas as fases de desenvolvimento dos insetos. Dos resultados pode-se concluir que o emprego de concentrações não menores que 20% de CO2 com tempo de aplicação mínimo de 15 dias é recomendado para a eliminação de insetos adultos, ovos, larva e pupa. Também foi verificado que o vácuo não teve efeito sobre a morte dos insetos.
Abstract Maize grain (Zea mays L.) is one of the grains of largest economical importance in the world, requesting great areas for this storage. One of the most important stages in the storage is its purge, for control of insects of the species Sitophilus spp. Nowadays, the culture of organic corn is in constant increase due to growing demand of the market for products free of chemical residues. For this kind of product the use of carbon dioxide (CO2) as agent for insect control is an interesting alternative, because the main advantage of not leaving residues after application. The objective of this investigation was to evaluate the control of insects Sitophilus spp in organic maize in packing using CO2 (modified atmosphere). Insects were created and placed in maize (previously cleaned and selected) contained in plastic flasks with screen cover. After 45 days, the samples containing insects were placed in packings barrier and closed in packer machine whith vacuum compensated in different levels of CO2: 0 (synthetic air), 20, 40, 60 and 80% and times of exposition of: 1, 2, 3, 4, 5, 15 and 30 days. These treatments the number of alive insects were counted in according to the methodology proposed by FAO. During the period of application of the treatments, the moisture contend, acidity and pH were analyzed in the corn, and the concentrations of CO2 inside of the packing was measured. The effect of the treatments on the capacity of the insects to create descendants (progeny effect), was also evaluated. It was verified that the largest rates of mortality of adult insects were in the first five days of exposition to AM to all levels of CO2 concentration studied. For periods of exposition of 15 and 30 days, it was observed that all the adult insects were eliminated in the concentrations of 20, 40, 60 and 80% of CO2. During the experiment it was verified that the CO2 concentrations inside the packings, in modified atmosphere, remained stable until the fifth day of exposition and after this time CO2 concentrations started to decrease. This behavior was observed in all atmosphere concentrations studied. For the moisture and acidity was verified that there was significant interaction between the time of exposition and the atmospheric composition, while, for the pH differences were significant with very next averages, for any atmospheric condition during the storage, however without variation of significant pH in 30 days. The application of AM in times smaller than five days no affect the progeny of the insects, however, starting from the fifteenth day, for any CO2 concentration studied they were effective in the elimination of all the phases of development of the insects. From the results it can be concluded that the use of concentrations from 20% of CO2, with time of application minimum of 15 days are recommended for the elimination of adult insects, eggs, larva and pupa. It was also verified that the vacuum have no effect on the death of the insects.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/11258
Arquivos Descrição Formato
000606370.pdf (766.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.