Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento de procedimentos de extração do óleo de semente de uva e caracterização química dos compostos extraídos

.

Desenvolvimento de procedimentos de extração do óleo de semente de uva e caracterização química dos compostos extraídos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento de procedimentos de extração do óleo de semente de uva e caracterização química dos compostos extraídos
Autor Freitas, Lisiane dos Santos
Orientador Caramão, Elina Bastos
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Química. Programa de Pós-Graduação em Química.
Assunto Extracao
Oleo de semente de uva
Resumo A produção de óleo de semente de uva é uma alternativa de uso para o resíduo da indústria vinícola. Este material é de ótima qualidade podendo ser utilizado como matéria prima na indústria alimentícia, na de cosméticos, na farmacêutica e na indústria de tintas. Este estudo visa caracterizar e avaliar o óleo extraído por diferentes metodologias de extração, em diferentes variedades de uvas vinícolas do Rio Grande do Sul, com a intenção de propor uma utilização mais nobre deste resíduo. Foram utilizados métodos clássicos (prensagem e Soxhlet) e não clássicos (ultra-som, líquido pressurizado e fluido supercrítico) para a extração do óleo de sementes de uvas de diferentes variedades, todas provenientes da indústria de vinhos gaúcha. O uso de diferentes processos de extração permitiu comparar e otimizar diferentes métodos para uso na indústria de óleos. Também foram usadas diferentes técnicas analíticas, como cromatografia gasosa com detector de espectrometria massas, cromatografia líquida com detector de ultra violeta e cromatografia líquida com detector de índice de refração.A extração por prensagem foi a que produziu o menor rendimento em óleo bruto, enquanto a extração com líquido pressurizado mostrou ser o melhor método de extração para as sementes de uvas utilizadas. Porém, quando foi analisado o teor de cada composto verificou-se que a concentração de ácidos graxos totais e triglicerídeos foram semelhantes, já a concentração de ácidos graxos livres e ésteres etílicos variaram conforme a metodologia empregada. A maior diferença foi observada no teor de vitamina E, que varia conforme a variedade de sementes de uvas utilizadas e também com os métodos de extração empregados. A extração com fluido supercrítico foi o método que mais se adequou para a extração de óleos de semente de uva com elevado teor de vitamina E. Os métodos propostos mostraram ser eficientes e capazes de extrair um óleo de boa qualidade para a utilização comercial, indicando que se pode produzir óleo das sementes de uvas gaúchas, com qualidade equivalente ao óleo importado, agregando valor a este resíduo da indústria vinícola.
Abstract The production of grape seed oil is an alternative to use the residue of the wine-producing industry. This material presents of great quality and it could be used as raw material in the food, cosmetics, pharmaceutical and paint industries. The goal of this study was to characterize and to evaluate the oil obtained by different extraction methodos, using different varieties of wine-producing grapes from Rio Grande do Sul, with the intention of proposing a more noble use of this residue. Classic (press and Soxhlet) and no classic (ultrasound, pressurized liquid extraction and supercritical fluid extraction) methods were used for the extraction of different varieties of grape seed oil of from the gaucho wines industry. The use of different extraction methods processes allowed to compare in the oils industry. Several analytical techniques were used, as gas chromatography with mass spectrometry detector, liquid chromatography with ultraviolet detector and liquid chromatography with refractive index detector. The press extraction produced the smallest yield in oil, while the pressurized liquid extraction was the best extraction method for the studied grape seeds. The amount of each individual compound was determined, The concentration of total fatty acids and triglycerides were similar in both extraction procedures, while the concentration of free fatty acids and ethyl esters were diferent according to the used methodology. The amount of vitamina E extracted was dependent of the variety of grape and also the extraction method employed. The supercritical fluid extraction was the best method for extraction of grape seed oil with higher quantity of vitamin E. The proposed methods showed to be efficient and capable of extracting grape seed oil with high and higher vitamina E content than present Industrial extraction methods, indicating that it is possible to produce grape seeds oil from Rio Grande do Sul winery seeds, with equivalent quality to the imported oil, adding up value to this residue of the wine industry.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/11279
Arquivos Descrição Formato
000609456.pdf (1.773Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.