Repositório Digital

A- A A+

Efeito da oxigenoterapia hiperbárica na cicatrização da anastomose esôfagojejunal : estudo experimental em ratos

.

Efeito da oxigenoterapia hiperbárica na cicatrização da anastomose esôfagojejunal : estudo experimental em ratos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito da oxigenoterapia hiperbárica na cicatrização da anastomose esôfagojejunal : estudo experimental em ratos
Autor Lionço, João Domingos
Orientador Gurski, Richard Ricachenevsky
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Cirurgia.
Assunto Anastomose cirúrgica
Esôfago
Modelos animais de doenças
Oxigenação hiperbárica
Ratos
[en] Breaking strength
[en] Collagen
[en] Esophageal anastomosis
[en] Hyperbaric oxigen therapy
Resumo Objetivo: Avaliar o efeito da oxigenoterapia hiperbárica na cicatrização da anastomose esôfagojejunal em ratos gastrectomizados. Material e Métodos: Foram operados 40 ratos Wistar, adultos machos, com peso entre 322g e 506g. Os animais foram divididos aleatoriamente em dois grupos. No grupo A (controle), 20 ratos foram submetidos à gastrectomia total. No grupo B, 20 ratos foram igualmente gastrectomizados e receberam tratamento pósoperatório com oxigenoterapia hiperbárica por 90 minutos/dia durante sete dias. Todos os ratos foram sacrificados no oitavo dia de pós-operatório e avaliados de acordo com as seguintes variáveis em estudo:a) presença ou não de fístula anastomótica; b) avaliação da cicatrização da anastomose esôfagojejunal através da medida da força de ruptura à tração na linha da sutura segundo Hendriks & Mastboom; c) determinação da concentração de colágeno na anastomose, pelos critérios de Kovács. Para análise estatística comparativa entre os grupos foi utilizado o teste t de Student, considerando-se como significativo p <0,05. Resultados: Houve 20% de óbitos na amostra, sendo cerca de 60% no grupo A e os 40% restantes no grupo B (p=N.S.) . Ocorreu apenas uma fístula anastomótica em cada grupo, sendo que em ambos não houve morbidade relacionada ou óbito. As medidas de força de ruptura à tração na linha da sutura entre os grupos (p=0,528) e a determinação da concentração de colágeno na anastomose esôfagojejunal (p=0,89) não mostraram diferença estatisticamente significativa nos dois grupos. Conclusões: Utilizando parâmetros clínicos, mecânicos e bioquímicos para avaliar a anastomose esôfagojejunal, concluímos que no presente estudo a oxigenoterapia hiperbárica não interferiu no processo de cicatrização desta anastomose.
Abstract Purpose: To evaluate the effect of the hyperbaric oxygen therapy on the healing of the esophagojejunal anastomosis in gastrectomized rats. Material and Methods: 40 Wistar rats male adults with weighing between 322g to 506g were operated. The animals were divided in two ramdom groups.20 rats from group A (control group), were submitted to total gastrectomy. In group B, 20 rats were equally gastrectomized and received postoperative treatment with hyperbaric oxygen for 90 minutes/day during seven days. All rats were sacrificed on the eighth postoperative day and evaluated according to the following study variables :a) whether there were any anastomotic fistula or not; b) evaluating esophagojejunal anastomosis healing by measuring breaking strength at the suture line as per Hendriks & Mastboom; c) determining of the collagen concentration on the anastomosis, as per Kovács criteria. For the comparative statistical analyses between the groups, Student’s “t” test was used, whereas p<0,05 was significant. Results: There was a 20% rate of deceasing in the sample, whereas 60% occurred in group A and 40% in group B (p=N.S.). There was only one anastomotic fistula in each group, and in neither one occurred any morbidity or deaths related. Breaking strength measured at the suture line (p=0,528) and collagen concentration determined at the esophagojejunal anastomosis (p=0,89) did not present any significant statistical difference in either group. Conclusions: By using clinical, mechanical and biochemical parameters to evaluate the esophagojejunal anastomosis, it was possible to conclude that, in this study, hyperbaric oxygen therapy did not interfere with the healing process of the anastomosis.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/11403
Arquivos Descrição Formato
000612567.pdf (899.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.