Repositório Digital

A- A A+

"Até que um dia, de repente, tudo passa a ser contado no passado" : os projetos, as memórias e os campos de possibilidades na formação do indivíduo Flávia Schilling (Brasil - Uruguai, 1964-1980)

.

"Até que um dia, de repente, tudo passa a ser contado no passado" : os projetos, as memórias e os campos de possibilidades na formação do indivíduo Flávia Schilling (Brasil - Uruguai, 1964-1980)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Até que um dia, de repente, tudo passa a ser contado no passado" : os projetos, as memórias e os campos de possibilidades na formação do indivíduo Flávia Schilling (Brasil - Uruguai, 1964-1980)
Autor Silva, Diego Scherer da
Orientador Schmidt, Benito Bisso
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Brasil
Ditadura
Exílio
Militância política
Prisão política
Uruguai
[en] Dictatorships
[en] Exile
[en] Militancy
[en] Prison policy
[en] Schilling
Resumo Esta dissertação constrói a biografia da brasileira Flávia Schilling (1953- ) desde a sua infância, passando pelo seu exílio no Uruguai em 1964, até o seu retorno ao Brasil em 1980. Seu objetivo principal é reconstruir parte da trajetória de Flávia e, em termos mais amplos e abstratos, problematizar, por meio de sua biografia, as formas de constituição do indivíduo na história, buscando respostas para questões como: como se dá a construção do indivíduo – por si e pelo outro? Como se forma a sua identidade? Quais os elementos, escolhas e condicionamentos precisam ser analisados nesse processo? Pretende-se, assim, repensar e discutir como o indivíduo pode ser percebido pelas diversas óticas que o constituem e como ele interage – ativa e passivamente – com o meio em que vive, e aqui mais especificamente, relacionando-o com o período das ditaduras de segurança nacional na América Latina. O exílio, a militância, a clandestinidade, a prisão e a campanha de libertação da referida personagem, juntamente com as ditaduras iniciadas com os golpes civis-militares do Brasil em 1964 e do Uruguai em 1973, são temas analisados ao longo do trabalho.
Abstract This dissertation builds the biography of Brazilian Flavia Schilling (1953-) from her childhood, through her exile in Uruguay in 1964, until her return to Brazil in 1980. Its main objective is to reconstruct part of the trajectory of Flavia and, in terms broader and more abstract problematize through her biography, the forms of the constitution of the individual in history, seeking answers to questions such as: how is the construction of the individual - for themselves and for each other? How is your identity? Which elements, choices and constraints need to be analyzed in this process? It is intended, therefore, to rethink and discuss how the individual may be perceived by many that the optics are and how it interacts - actively and passively - with the environment they live in, and here more specifically, relating it to the period of dictatorships national security in Latin America. Exile, the activists, underground, imprisonment and release of that campaign character along with dictatorships began with the civilian-military coup in Brazil in 1964 and Uruguay in 1973, are themes explored throughout this research.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/114425
Arquivos Descrição Formato
000951501.pdf (2.278Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.