Repositório Digital

A- A A+

O pensamento militar brasileiro e os Estados Unidos : a revista A Defesa Nacional no final do regime militar (1979 a 1985)

.

O pensamento militar brasileiro e os Estados Unidos : a revista A Defesa Nacional no final do regime militar (1979 a 1985)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O pensamento militar brasileiro e os Estados Unidos : a revista A Defesa Nacional no final do regime militar (1979 a 1985)
Autor Wietchikoski, Luciana
Orientador Svartman, Eduardo Munhoz
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Ciência Política.
Assunto Brasil
Estados Unidos
Forças armadas
Regime militar
[en] Armed forces
[en] Brazil- United States relations
[en] Military perception
Resumo O presente trabalho dedica-se a compreender as percepções dos militares brasileiros a respeito dos Estados Unidos no último período do regime militar. Com base na análise do conteúdo dos artigos da revista A Defesa Nacional o principal argumento do trabalho é que nos discursos houve pouca convergência de interesses do Brasil com a potência hegemônica no sistema internacional, regional e nas relações bilaterais. Com base no conteúdo dos artigos, identificamos que enquanto no sistema internacional o Brasil se inseria como país em desenvolvimento, os Estados Unidos procuraram limitar a emergência e participação desses países, bem como reativou o embate Leste-Oeste, no âmbito regional os interesses norte-americanos eram de combate à expansão da influência comunista e manutenção da inércia dos órgãos de segurança e defesa regionais, sendo que para o Brasil, inserido no seu projeto de inserção internacional o comunismo não era mais a prioridade e buscou criticar essas ações norte-americanas. Já as relações bilaterais seguiam essa falta de pontos em comum, destacando-se principalmente questões referentes à tecnologia.
Abstract This work is dedicated to understanding the perceptions of Brazilian military in regard to the United States in the last period of the military regime (1979-1985), which is characterized by a context of systemic change, by the pattern of bilateral relations and by the process political transition in Brazil. Based on the analysis of the content of articles in the magazine "A Defesa Nacional", the main argument of the paper is that, in the speeches, there was little convergence of interests between Brazil and the hegemonic power in the international system, both regionally and bilaterally. This is because while Brazil inserted itself in the international system as a developing country, the United States sought to limit the emergence and participation of these countries, as well as reactivated the East-West confrontation. Regionally, the U.S. interests were fighting the expansion of the communist influence and maintaining the inertia of the safety and regional defense organisms, in a way that, for Brazil, communism was no longer the priority and, inserted in its project of international insertion, sought to criticize these U.S. actions. In regard to bilateral relations, this lack of common points also took places, with special highlight to issues related to technology.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/114435
Arquivos Descrição Formato
000948311.pdf (631.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.