Repositório Digital

A- A A+

Avaliação dos níveis de vibração de corpo inteiro sofridos por motoristas de ônibus urbanos em diferentes tipos de pistas

.

Avaliação dos níveis de vibração de corpo inteiro sofridos por motoristas de ônibus urbanos em diferentes tipos de pistas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação dos níveis de vibração de corpo inteiro sofridos por motoristas de ônibus urbanos em diferentes tipos de pistas
Autor Zanol, Elton João
Orientador Miguel, Letícia Fleck Fadel
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica.
Assunto Ergonomia
Motoristas
Ônibus
Vibração
[en] Bus
[en] Drivers
[en] ISO 2631
[en] Whole-body-vibration
Resumo Motoristas de ônibus estão diariamente expostos a vibrações de corpo inteiro (VCI), o que os submetem a riscos de desenvolver problemas de saúde relacionados a essas condições. Numerosos estudos focados em quantificar e identificar os riscos a que os motoristas estão expostos foram desenvolvidos nos últimos anos. Porém, pesquisas mostram que muitos fatores influenciam na transmissão da vibração ao corpo humano. Estradas podem ser consideradas um fator importante na determinação da exposição à VCI que um motorista de ônibus recebe. Nas áreas urbanas, os tipos mais comuns de estradas encontradas são: asfalto bom, asfalto irregular, paralelepípedo, estrada de chão, estradas esburacadas, entre outros. O objetivo deste estudo é determinar se diferentes tipos de estradas, encontradas em vias urbanas, provocam diferentes respostas de VCI; e determinar a influência de cada tipo de estrada na exposição à VCI de acordo com a norma ISO 2631-1 (1997). Dois motoristas diferentes guiaram o mesmo ônibus urbano sobre diferentes tipos de pista: asfalto regular, paralelepípedo e estrada de chão, caracterizando condições comuns nas cidades brasileiras. Para avaliar as vibrações transmitidas ao condutor, valores de aceleração foram registrados usando um acelerômetro tipo seat-pad montado no assento do motorista. Os resultados mostraram que o tipo de terreno que mais afeta a vibração de corpo inteiro no motorista é o paralelepípedo. Também foi possível detectar a ineficiência da poltrona do motorista quanto à absorção da vibração. Finalmente, observou-se que os motoristas não tiveram influência significativa nos resultados finais.
Abstract Bus drivers are daily exposed to whole-body vibrations (WBV) submitted to risks for develop health problems related to these conditions. Numerous studies focused to quantify and identify the risks that drivers are exposed have been developed in recent years. Many factors influence the transmission of vibration to the body. Road type may be an important factor in determining the WBV exposure which a bus driver receives. In urban areas, common types of routes include several road surfaces like: smooth highway, older rough freeway, pavement, bumpy, speed humps, and others. The purpose of this study is to determine whether different kinds of road surfaces, found in urban routes, cause different WBV responses, and determine the influence for each road type in daily exposure to WBV according the standard ISO 2631-1 (1997). Two different drivers drove the same urban bus over a route which included three road types: a rougher old freeway, a city street segment with pavement, and a road bumpy segment, characterizing the conditions of most Brazilian cities. To assess vibrations transmitted to the driver, vibration values were recorded using a seat pad accelerometer mounted on the driver’s seat. The results showed that the road type with the highest level of whole body vibration on the driver is the asphalt. It was also possible to detect the inefficiency of the driver's seat as the vibration absorption. Finally, it was observed that the drivers had no significant influence on the final results.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/114466
Arquivos Descrição Formato
000953319.pdf (2.513Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.