Repositório Digital

A- A A+

Mirmequitização penetrativa e a partição da deformação em sienitos sintectônicos: cristalização-deformação do sienito arroio das palmas sob condições de fácies granulito em regime transpressivo

.

Mirmequitização penetrativa e a partição da deformação em sienitos sintectônicos: cristalização-deformação do sienito arroio das palmas sob condições de fácies granulito em regime transpressivo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mirmequitização penetrativa e a partição da deformação em sienitos sintectônicos: cristalização-deformação do sienito arroio das palmas sob condições de fácies granulito em regime transpressivo
Autor De Toni, Giuseppe Betino
Orientador Bitencourt, Maria de Fatima Aparecida Saraiva
Co-orientador Nardi, Lauro Valentim Stoll
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Magmatismo sintectônico
Mecanismos de deformacao
Mirmequita
Resumo A formação de mirmequitas ricas em cálcio é descrita em sienitos sintectônicos formados sob condições de fácies granulito, intrusivos nas rochas metamórficas do Complexo Várzea do Capivarita na região de Encruzilhada do Sul (RS). Os sienitos são encontrados em zonas de alta e baixa deformação, cujas microestruturas e composição mineral são comparadas. Injeções tardi-magmáticas ricas em água ocorrem distribuídas heterogeneamente em escala de afloramento e são consideradas responsáveis pela partição da deformação em zonas de alta deformação secas e úmidas, onde mecanismos de deformação contrastantes são observados. Em zonas de alta deformação secas, K-feldspato e clinopiroxênio são recristalizados por mecanismos típicos de condições de alta temperatura. Em zonas de alta deformação úmida, a desestabilização de clinopiroxênio e a substituição penetrativa de porfiroclastos de K-feldspato relativamente indeformados por mirmequita, e subordinadamente por intercrescimentos do tipo gráfico, indica que dissolution-replacement creep foi o mecanismo de deformação dominante. O retrabalhamento destes intercrescimentos pela deformação é observado e considerado como um fator importante no desenvolvimento da sua foliação milonítica e bandamento. Um modelo para a partição da deformação é proposto e correlaciona em um mecanismo de retroalimentação positiva a reação formadora de mirmequita, strain softening e o influxo contínuo de líquidos tardi-magmáticos assistindo a deformação por dissolution-replacement creep na zona úmida, às expensas da mineralogia original, que é preservada nas zonas secas. Resguardadas as limitações do modelo, o mecanismo de melt-assisted dissolution-replacement creep em ambientes sintectônicos sob condições de fácies granulito pode estender o campo de ocorrência de dissolution-replacement creep para a crosta continental inferior.
Abstract The formation of Ca-rich myrmekites is described in syntectonic syenites formed under granulite facies conditions, which are intrusive in the metamorphic rocks of the Várzea do Capivarita Complex, nearby Encruzilhada do Sul city (RS). The syenites are found in high- and low-strain zones where microstructure and mineral composition are compared. Heterogeneously distributed water-rich, late-magmatic liquids were responsible for strain partitioning into dry and wet high-strain zones at outcrop scale, where contrasting deformation mechanisms are reported. In dry high-strain zones K-feldspar and clinopyroxene are recrystallized under high-T conditions. In wet high-strain zones, the de-stabilization of clinopyroxene and pervasive replacement of relatively undeformed K-feldspar porphyroclasts by myrmekite and subordinate graphic-like intergrowths indicates dissolution-replacement creep as the main deformation mechanism. The reworking of these intergrowths is observed and is considered to contribute significantly to the development of the mylonitic foliation and banding. A model is proposed for strain partitioning relating a positive feedback between myrmekite-forming reaction, strain softening, continuous inflow of late-magmatic liquids and dissolution-replacement creep in the wet zone at the expenses of original mineralogy preserved in the dry zones. Regarding the constraints of the model, melt-assisted dissolution-replacement creep in syntectonic environments under granulite-facies conditions may extend the field of opperation of dissolution-replacement creep to the lower continental crust.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/114522
Arquivos Descrição Formato
000954478.pdf (8.384Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.