Repositório Digital

A- A A+

A flor e a náusea no apoio institucional : o processo histórico de organização do Apoio Institucional na CGGAB/DAB/MS

.

A flor e a náusea no apoio institucional : o processo histórico de organização do Apoio Institucional na CGGAB/DAB/MS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A flor e a náusea no apoio institucional : o processo histórico de organização do Apoio Institucional na CGGAB/DAB/MS
Autor Diefenthaeler, Sibeli da Silva
Orientador Almeida, Adriana
Co-orientador Dias, Patricia Barbará
Data 2014
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Especialização em Saúde Coletiva e Educação na Saúde.
Assunto Atenção primária à saúde
Gestão
Saúde
Sistema Único de Saúde.
Resumo Este trabalho tem como objetivo contribuir na compreensão sobre o Apoio Institucional na Coordenação Geral de Gestão da Atenção Básica do Departamento de Atenção Básica (CGAB/DAB) no período de 2011 a 2013, analisando seu processo de trabalho e buscando avaliar elementos constitutivos da função do Apoio nessa coordenação. Trazer o Apoio para a discussão como uma estratégia potente de transformação da organização do trabalho e de fortalecimento da Atenção Básica na caminhada pela efetivação do SUS foi um dos objetivos deste trabalho, sempre relacionando com a flor e a náusea da poesia de Drummond, na perspectiva de desvelar e analisar as contradições dos desafios e das potencias do Apoio. Trata-se de uma pesquisa qualitativa do tipo descritivo-exploratório, a coleta de dados foi realizada a partir da técnica da narrativa. O ser/estar/fazer Apoio na CGAB, foi desvelado como algo constituído a partir da relação do apoiador com o território, e fundamentalmente de sua relação com as frentes de trabalho da coordenação. Importante ressaltar que o apoiador na CGAB não trabalha somente com a implementação da política, como também, contribui na elaboração de políticas e dos programas. Para isso, o apoiador necessita ter a disponibilidade de compreensão sobre o conceito Apoio Institucional, construindo horizontalmente a relação interfederativa. Além disso, notou-se a importância da vivência anterior na assistência e/ou na gestão na AB como elemento constituinte do apoiador nessa coordenação.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/114753
Arquivos Descrição Formato
000954597.pdf (263.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.