Repositório Digital

A- A A+

A empresa e seu ambiente de interação : os limites da Teoria dos Custos de Transação e o alcance da Teoria Institucionalista Evolucionária

.

A empresa e seu ambiente de interação : os limites da Teoria dos Custos de Transação e o alcance da Teoria Institucionalista Evolucionária

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A empresa e seu ambiente de interação : os limites da Teoria dos Custos de Transação e o alcance da Teoria Institucionalista Evolucionária
Outro título Firms and their interaction environment : the limitations of the Transaction Cost Theory and the reach of the Evolutionary Institutionalist Theory
Autor Pereira, Adriano José
Dathein, Ricardo
Conceição, Octavio Augusto Camargo
Resumo Este artigo analisa o significado e a importância das empresas para o desempenho das economias sob a perspectiva de duas vertentes teóricas que apresentam diferentes concepções, ainda que parcialmente complementares: a Nova Economia Institucional (NEI) eo Institucionalismo Evolucionário. Tais diferenças abrangem a compreensão do significado de “instituição” e a forma como se dão as relações dos indivíduos com as instituições e dessas entre si. Considerando a empresa como instituição e unidade de análise, a Teoria Institucionalista Evolucionária incorpora os conceitos de governança e de custos de transação à sua perspectiva analítica com ênfase em seus aspectos dinâmicos. Explicita-se, assim, o papel das empresas no desenvolvimento econômico em sua dupla condição: instituições e agentes de inovação.
Abstract This article analyzes the meaning and importance of firms to the performance of economies from the perspective of two representative theoretical issues, which constitute different views, though partially complementary: the New Institutional Economics (NIE) and the Evolutionary Institutionalist Theory. Such differences include the understanding of the meaning of ‘institution’ and the form of relations between individuals and institutions and those between them. Considering the firm as an institution and the unit of analysis, the Evolutionary Institutionalist Theory incorporates the concepts of governance and transaction costs to their analytic perspective, emphasizing its dynamic aspects. The role of firms in economic development becomes explicit with its double condition: institutions and innovation actors.
Contido em Economia e sociedade. Campinas, SP. Vol. 23, n. 1 (50) (abr. 2014), p. [33]-61
Assunto Custos de transação
Desenvolvimento econômico
Economia institucional
Inovação tecnológica
Teoria da firma
[en] Economic development
[en] Innovation
[en] Institutions
[en] Theory of the firm
[en] Transaction costs
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/114771
Arquivos Descrição Formato
000939364.pdf (772.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.