Repositório Digital

A- A A+

Mais pragmatismo e menos ideologia : as coligações vencedoras para presidente no Brasil

.

Mais pragmatismo e menos ideologia : as coligações vencedoras para presidente no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mais pragmatismo e menos ideologia : as coligações vencedoras para presidente no Brasil
Autor Silva, Luiz Eduardo Garcia da
Orientador Moya, Mauricio Assumpção
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Ciência Política.
Assunto Brasil
Coligação partidária
Competição eleitoral
Eleições presidenciais
Política
Sistema eleitoral
Sistema partidário
[en] Brazilian electoral system
[en] Brazilian party system
[en] Brazilian presidential elections
[en] Presidential electoral coalitions
Resumo Este trabalho tem por objetivo fazer uma análise das coligações presidenciais vencedoras entre 1994 e 2010 comparando duas dimensões de análise: a ideologia e o pragmatismo eleitoral. A dimensão ideológica mediu a consistência das coligações. A dimensão pragmática avaliou o horário gratuito de propaganda eleitoral, a representação ministerial dos partidos que compunham a coligação vencedora (excluído o partido do presidente), e a representação eleita à Câmara dos Deputados. O estudo apresentou evidências de que os partidos atribuem maior importância à dimensão pragmática do que a ideológica quando definem suas estratégias de campanha.
Abstract This work aims to make an analysis on the winning electoral presidential coalitions between 1994 and 2010, comparing two different dimensions: ideology and electoral pragmatism. The ideological dimension of the presidential coalitions was based on their consistency. The pragmatic dimension assessed the campaign time available on TV for each coalition, the distribution on the representation of the coalitions’ parties on the presidential cabinet (presidential party excluded), and the amount of representation concerning the coalitions’ parties elected on the Chamber of Deputies. The study shed light on evidences that generally the parties give more importance to pragmatic aspects than ideological ones when they define their electoral strategies.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/114838
Arquivos Descrição Formato
000955008.pdf (793.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.