Repositório Digital

A- A A+

O que pode a educação permanente em saúde?

.

O que pode a educação permanente em saúde?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O que pode a educação permanente em saúde?
Autor Brasileiro, Pedro Gomes de Lima
Orientador Silva, Rosane Azevedo Neves da
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Educação em saúde
Educação permanente
Saúde pública
Sistema Único de Saúde (SUS)
Trabalhadores
[en] Education in Health
[en] Intervention-research
[en] Managers collegiate
[en] Permanent education in health
[en] Social psychology
[en] Subjective processes
Resumo Esta pesquisa teve como objetivo acompanhar e analisar os efeitos que a Educação Permanente em Saúde (EPS) pode produzir na organização e execução do trabalho no SUS. Para isso, percorremos e habitamos territórios de experimentação e formulação da EPS, numa tentativa de esboçar os jogos de força que conformam os campos de possibilidade de a EPS se fazer potência instituinte, dispositivo de problematização e transformação das práticas constitutivas do trabalho no SUS. Foi-nos útil, para tanto, as contribuições do Movimento Institucionalista, o qual aponta, dentre outros, a radicalização da experiência de problematização como princípio ético e estético do pesquisar. Com a Pesquisa-Intervenção, encontramos reafirmada a perspectiva implicada de produção do conhecimento, onde o pesquisar é tomado como uma produção coletiva que se dá em ato, no processo de produção de encontros e co-engendramentos entre o pesquisador e o território no qual se atualizam as potencialidades do tema pesquisado. Encontramos parceiros e atores da proposta colocada por esta pesquisa em uma Coordenadoria Regional de Saúde do estado do Rio Grande do Sul (CRS-RS), onde um grupo de trabalhadores tem buscado problematizar os modos como a organização e execução do próprio trabalho se instituíram ao longo do tempo naquele espaço, fissurando o instituído e abrindo passagem à experimentação coletiva de outros modos de se organizar e trabalhar. Implícita e explicitamente, recorrem à Educação Permanente em Saúde como tecnologia (leve e leve-dura) de operacionalização e sustentação dessas mudanças.
Abstract This research aimed to monitor and analyze the effects that Permanent Education in Health (PEH) can produce in the organization and execution of work in the National Health System (NHS). We traverse and inhabit territories of experimentation and formulation of PEH, an attempt to sketch the power games that make up the field of possibility for the PEH do, instituting power of questioning and transforming work practices in constituent SUS device. It was useful to us, therefore, the contributions of Institutionalist Movement, which aims, among others, the radicalization of experience as problematic ethical and aesthetic principle of search. With Research-Intervention, we find reaffirmed the implied knowledge production, where the search is taken as a collective production that occurs in act, in the production process of meetings between the researcher and the territory in which perspective are updated the potential of the research topic. We found partners and stakeholders of the proposal raised by this research in a Regional Health Directory of Rio Grande do Sul (RHD-RS), where a group of workers have sought to problematize the ways in which the organization and execution of the work himself got instituted over time in that space, hitting the opening set and move to collective experimenting with other ways of getting organized and work. Implicitly and explicitly, they resort to Permanent Health Education as a technology for the deployment and support of these changes.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/115058
Arquivos Descrição Formato
000956479.pdf (1.183Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.