Repositório Digital

A- A A+

Achados clínicos e patológicos de sete surtos de Língua Azul em ovinos em 2014 no Rio Grande do Sul, Brasil

.

Achados clínicos e patológicos de sete surtos de Língua Azul em ovinos em 2014 no Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Achados clínicos e patológicos de sete surtos de Língua Azul em ovinos em 2014 no Rio Grande do Sul, Brasil
Outro título Clinical and pathological findings of seven outbreak of bluetongue in sheep during 2014 in Rio Grande do Sul, Brazil
Autor Guimarães, Lorena Lima Barbosa
Orientador Driemeier, David
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Ovinos : Patologia veterinaria
Pneumonia aspirativa
Surtos de doenças : Prevenção e controle
Vírus da lingua azul
[en] Aspiration pneumonia
[en] Esophagus
[en] Muscle necrosis
[en] Ovine culture
Resumo A infecção pelo Vírus da Língua Azul (VLA) ocorre em ruminantes domésticos e selvagens, preferencialmente, ovinos, bovinos e caprinos em regiões tropicais e temperadas onde há o vetor, mosquito do gênero Culicoides. O objetivo do trabalho é descrever os aspectos clínicos e anatomopatológicos de sete surtos de infecção pelo VLA em ovinos no Rio Grande do Sul, confirmados pelo isolamento viral e teste da RT-PCR. De janeiro a outubro de 2014 foram diagnosticados sete surtos de infecção pelo VLA em ovinos no estado do Rio Grande do Sul com histórico de mortalidade de ovinos nos municípios de Taquara (Propriedade A), Fazenda Vilanova (Propriedade B), Viamão (Propriedades C e F), Cachoeira do Sul (Propriedade D e E) e Venâncio Aires (Propriedade G). Os achados clínicos relacionavam-se com o sistema respiratório e locomotor. A taxa de mortalidade variou de 1,7 (4/230 ovinos) a 56% (28/50 ovinos). Realizou-se a necropsia de 10 ovinos e de um feto abortado por um dos ovinos submetidos à necropsia. As principais alterações observadas nos ovinos foram: hiperemia e conteúdo alimentar na cavidade nasal (7/10), pulmões aumentados de tamanho com intenso edema (6/10), consolidação pulmonar antero-ventral (5/10), hemorragias no coração (5/10), hemorragia da artéria pulmonar (4/10) e discreta dilatação e flacidez do esôfago (4/10). Os achados histológicos caracterizaram pneumonia aspirativa (3/10), rinite purulenta (1/10), necrose muscular do esôfago (8/10), hemorragias no coração (3/10), necrose de cardiomiócitos (2/10) e necrose do músculo serrátil cervical ventral (8/10). O feto não apresentou alterações macroscópicas e histológicas. Para confirmar a suspeita foram coletadas 20 amostras de sangue de ovinos doentes e recuperados, e de um bovino. A partir do teste da RT-PCR e isolamento viral confirmou-se o diagnóstico de infecção pelo vírus da língua azul nos sete surtos ocorridos em 2014 no Rio Grande do Sul. E, pela análise filogenética comprovou-se a participação do sorotipo 4 nas Propriedades D e B.
Abstract The infection by Bluetongue Virus (BTV) occurs in domestic and wild ruminants, including sheep, cattle and goats in the tropical and temperate regions where the vector is present Culicoides. The objective is describe the clinical and pathological aspects of seven outbreaks of infection by BTV in Rio Grande do Sul, confirmed by viral isolation and RT-PCR test. From January to October 2014 were diagnosed seven outbreaks of infection by BTV in sheep in the state of Rio Grande do Sul with a history of sheep mortality in the cities of Taquara (Propriedade A), FazendaVilanova (Propriedade B), Viamão (Propriedade C and F), Cachoeira do Sul (Propriedade D and E) and Venâncio Aires (Propriedade G). Clinical findings were related to the respiratory and locomotor system. The sheep mortality ranged from 1.7 to 56%. At necropsy the main changes observed in sheep were hyperemia and food content in the nasal cavity (7/10), increased lung size with marked edema (6/10), anterior-ventral pulmonary consolidation (5/10), bleeding heart (5 / 10), bleeding from the pulmonary artery (4/10) and mild swelling and sagging of the esophagus (4/10). Histological findings included aspiration pneumonia (3/10), purulent rhinitis (1/10), muscle necrosis of the esophagus (8/10), bleeding heart (3/10), cardiomyocyte necrosis (2/10) and cervical ventral serratus muscle necrosis (8/10). The fetus showed no macroscopic and histological changes. To confirm the suspicion were collected 20 blood samples from sick and recovered and sheep, and one cow. The RT-PCR test and virus isolation confirmed infection with bluetongue. For phylogenetic analysis of the virus serotype 4 was identified in the Propriedade B and D.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/115190
Arquivos Descrição Formato
000956647.pdf (2.034Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.