Repositório Digital

A- A A+

Seria Hölderlin um tradutor "barroco"?

.

Seria Hölderlin um tradutor "barroco"?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Seria Hölderlin um tradutor "barroco"?
Outro título Would Hölderlin be a barroque translator?
Autor Rosenfield, Kathrin Holzermayr Lerrer
Resumo Este artigo procura pôr em perspectiva a ideia, muito difundida no Brasil, de que as traduções hölderlinianas de Sófocles pertenceriam ao âmbito dos tradutores barrocos (definidos por Walter Benjamin no seu ensaio sobre o drama barroco alemão). Num primeiro momento, exporemos a recepção da visão benjaminiana do barroco no Brasil. Num segundo passo, mostraremos com exemplos da tragédia Édipo Rei que os traços aparentemente barrocos – idiossincráticos e “negligentes”, como também a liberdade supostamente barroca das alterações do original – constituem, na verdade, uma fidelidade de segundo grau do tradutor e antecipam visões antropológicas (nada barrocas), mas modernas da Grécia clássica.
Abstract This article reevaluates W. Benjamin’s notion of “baroqueness” which has been decisive in the reception of Hölderlin’s translations and in the Brazilian art movement of concretismo. After discussing the general criteria, we show that Hölderlin’s versions are less baroque than they are generally considered. The strangeness and exuberance of his translations owes more to a surprisingly modern view of classical Greece, a view that anticipates the discoveries of contemporary anthropology.
Contido em Letras (Santa Maria). Santa Maria, RS. Vol. 24, n. 49 (dez. 2014), f. 313-339
Assunto Holderlin, Johann Christian Friedrich 1770-1843.
Sófocles 496?-406 A.C.
Tradução
[en] Barroque
[en] Sophocles
[en] Translation
[en] Walter Benjamin
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/115202
Arquivos Descrição Formato
000955712.pdf (246.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.