Repositório Digital

A- A A+

Prospecção de características fitoquímicas, antibacterianas e físico-químicas de portulaca oleracea l. (beldroega)

.

Prospecção de características fitoquímicas, antibacterianas e físico-químicas de portulaca oleracea l. (beldroega)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prospecção de características fitoquímicas, antibacterianas e físico-químicas de portulaca oleracea l. (beldroega)
Autor Mangoba, Paula Maria Alexandre
Orientador Wiest, Jose Maria
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências e Tecnologia de Alimentos. Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos.
Assunto Atividade antioxidante
Beldroega
Compostos fitoquímicos
Substância bioativa
[en] Antibacterial activity
[en] Antioxidant activity
[en] Nutritional composition
[en] Phytochemical compounds
[en] Portulaca oleracea L.
Resumo A Portulaca oleracea L. (beldroega) possui propriedades antioxidantes e antimicrobianas, podendo ser utilizada como planta medicinal e alimento funcional. O estudo objetivou determinar: a composição centesimal e mineral da beldroega in natura; a intensidade da atividade de inibição bacteriana (IINIB) e a intensidade da atividade de inativação bacteriana (IINAB) das concentrações de 50, 25, 12.5 e 6.25 % de extratos alcoólicos da beldroega sobre diferentes inóculos bacterianos de interesse em alimentos (Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Salmonella Enteritidis e Enterococcus faecalis), pelo método do Sistema de Tubos Múltiplos; a atividade antioxidante pelo método de DPPH (2,2-difenil-1-picrihidrazil), relacionando-as com a presença de polifenóis totais e antocianinas determinados pelo método Folin-Ciocalteu e do pH diferencial, respectivamente. Os teores de umidade, proteínas, lipídeos, cinzas totais, fibra bruta, carboidratos e valor energético em base úmida foram de 91.23±0.39, 1.67±0.30, 0.37±0.09, 1.22±0.16, 1.45±0.08, 4.05±0.27% e 109.52±6.46 Kj.100g-1, respectivamente. Em base seca os teores de proteínas, lipídeos, cinzas totais, fibra bruta e carboidratos foram de 17.40±2.36, 3.85±1.06, 12.79±2.32, 16.57±0.31 e 42.09±0.89%, respectivamente. As folhas e talos da beldroega demonstraram ser excelentes fontes de Fe (10.5 mg.100-1) e K (9100 mg.100-1). A bactéria mais sensível ao extrato da planta foi a Escherichia coli e a menos sensível foi o Staphylococcus aureus. Os teores dos polifenóis totais e antocianinas foram superiores na concentração de 50% tendo-se obtido os seguintes valores 51.46±0.26 mgEAG.100g-1 e 8.05±0.06 mg.100g-1, respectivamente. Houve diferença significativa destes compostos bioativos com a variação da concentração (p ≤ 0.05). O percentual de inibição máximo na concentração de 50 % foi de 61.31% sugerindo que o extrato possui atividade antioxidante moderada e nas restantes concentrações mostrou-se fraca. Os resultados desta pesquisa fundamentam a caracterização nutricional e a atividade antibacteriana potencial da beldroega como planta comestível não convencional, buscando estabelecer a relação estrutura-atividade.
Abstract Portulaca oleracea L. (purslane) has antioxidant and antimicrobial properties and can be used as a medicinal plant and functional food. The study aimed to determine the proximate and mineral composition of fresh purslane; the intensity of bacterial inhibition activity (IINIB) and the intensity of bacterial inactivation activity (IINAB) in concentrations of 50, 25, 12.5 and 6.25% from aerial parts ethanolic extracts of purslane on different bacterial inocula of interest in food (Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Salmonella Enteritidis and Enterococcus faecalis ) by the method of Multiple Tube System, antioxidant activity by DPPH method (2,2-diphenyl-1- picrihidrazil) and relating them to the presence of total polyphenols and anthocyanins evaluated by Folin-Ciocalteu and differential pH methods, respectively. The moisture, protein, fat, total ash, crude fiber, carbohydrates and energy value on wet basis were 91.23±0.39, 1.67±0.30, 0.37±0.09, 1.22±0.16, 1.45±0.08, 4.05±0.27% and 109.52±6.46 Kj.100g-1, respectively. On dry basis the values of protein, fat, total ash, crude fiber and carbohydrates were 17.40±2.36, 3.85±1.06, 12.79±2.32, 16.57±0.31 and 42.09±0.89%, respectively. The leaves and stems of purslane proved to be excellent sources of Fe (10.5 mg.100-1) and K (9100 mg.100-1). The most sensitive bacteria to the extract were Escherichia coli and the less one was Staphylococcus aureus. The content of total polyphenols and anthocyanins were higher at a concentration of 50% yielding the following values 51.46±0.26 mg EAG.100g-1, 8.05±0.06 mg.100g-1, respectively. There were significant differences of these bioactive compounds by varying the concentration (p ≤ 0.05). The maximum percentage inhibition at a concentration of 50% was 61.31% suggesting that the extract has a moderate antioxidant activity and the remaining concentrations was weak. The findings of this research grounded the nutritional characterization and potential antibacterial activity of purslane as unconventional edible plant, seeking to establish the relationship structure-activity.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/115207
Arquivos Descrição Formato
000963706.pdf (2.769Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.