Repositório Digital

A- A A+

Caracterização magnética e estrutural dos diques compostos da Enseada dos Zimbros, SC

.

Caracterização magnética e estrutural dos diques compostos da Enseada dos Zimbros, SC

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização magnética e estrutural dos diques compostos da Enseada dos Zimbros, SC
Autor Tomé, Camila Rocha
Orientador Bitencourt, Maria de Fatima Aparecida Saraiva
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Anisotropia magnetica
Diques compostos : Enseado dos zimbros (sc)
Mineralogia magnética
Suite intrusiva zimbros
Resumo Os Diques Compostos da Enseada dos Zimbros, localizados na região de Bombinhas/SC, representam um enxame de diques que compõe as fácies hipabissais máfica e félsica da Suíte Intrusiva Zimbros (SIZ). A colocação da SIZ é tardi-cinemática em relação à evolução da Zona de Cisalhamento Major Gercino (ZCMG), de direção NE-SW. As intrusões compostas têm direção NE e constituem corpos tabulares, formadas por um centro riolítico, margeado de ambos os lados por bordas máficas de espessura variável. Na porção central ácida, ocorre um enxame de enclaves máficos microgranulares com dimensões e orientações variáveis. Nas rochas félsicas associadas, a foliação é marcada pelo alinhamento de biotita, feldspatos e enclaves máficos, evoluindo para uma estrutura milonítica, com estiramento do quartzo e dos feldspatos, e geração de caudas de recristalização. A lineação de estiramento do é sub-horizontal e evidente apenas na porção félsica. Na porção máfica, a lineação mineral, é menos desenvolvida do que na porção félsica e marcada por cristais de anfibólio. A ausência de trama linear nas porções básicas dos diques dificulta a investigação dos mecanismos de posicionamento com base em dados estruturais convencionais. Dessa forma, o presente trabalho teve por objetivo caracterizar a mineralogia magnética (dados escalares) e a trama magnética (dados direcionais) dos Diques Compostos a partir da análise de Anisotropia de Susceptibilidade Magnética. Os resultados obtidos de mineralogia magnética demonstram que a susceptibilidade magnética das porções máficas das intrusões compostas e diques básicos isolados é da ordem de 10-3 enquanto nas porções ácidas é da ordem de 10-4. Esses dados apontam para uma contribuição dos minerais ferromagnéticos em ambas as porções dessas intrusões, mesmo que pequena nas porções félsicas. As curvas de histerese desses diques são constituídas predominantemente por curvas do tipo Wasp-Waisted as quais são caracterizadas por uma mistura de minerais de baixa e de alta coercividade, magnetita e hematita respectivamente. As curvas termomagnéticas, apontam que os portadores magnéticos são a magnetita e a titanomagnetita pobre em Ti, o que é evidenciado pela transição da magntetita em 580°C e pelo pico de Hopkinson em torno de 550°C. A trama magnética obtida nas porções básicas, assim como no centro ácido das intrusões compostas e das intrusões isoladas, mais afastadas do enxame principal, são concordantes entre si e com a trama estrutural. Possuem direção NE-SW com alto ângulo de mergulho e lineações de baixo caimento, as quais indicam o fluxo desses diques. A relação entre as tramas magnéticas e estruturais são concordantes com a Zona de Cisalhamento Major Gercino.
Abstract The compound dikes of Zimbros Inlet, located at the region of Bombinhas – SC, represent a dike swarm that compose the mafic and felsic hypabyssal facies of Zimbros Intrusive Suite (SIZ). The SIZ coloration is late-kinematic in relation to Major Gercino Shear Zone (ZCMG), with NE-SW direction. The compound intrusions have NE direction and constitute tabular bodies, formed by a rhyolitic center, lined along both sides by mafic borders of variable thickness. In the acid central portion occur a mafic microgranular enclave swarm with variables dimensions and orientations. In the associated felsic rocks, the foliation is marked by an alignment of biotite, feldspar and mafic enclaves, evolving to a mylonitic structure, with stretching of quartz and feldspar, and generation of recrystallization tails. The stretching lineation is subhorizontal and only evident at felsic portion. At the mafic portion the mineral lineation is less developed than at the felsic portion and marked by amphibole crystals. The absence of linear fabric in the basic portions of the dikes makes the investigation of positioning mechanisms based on conventional structural data difficult. Thereby, this work aimed to characterize the magnetic mineralogy (scalar data) and the magnetic fabric (directional data) of the compound dikes by analyzing the Magnetic Susceptibility Anisotropy. The results for magnetic mineralogy demonstrate that the magnetic susceptibility of mafic portions at compound intrusions and isolated basic dikes is in the order of 10-3 while, at the acid portions, is in the order of 10-4. These data point to a contribution of ferromagnetic minerals in both intrusions, even a small at felsic portions. These dikes hysteresis loop are predominantly constituted by Wasp-Waisted loops, which are characterized respectively by a mixture of minerals with high and low coercivity, magnetite and hematite. The magnetic carriers are magnetite and low Ti titano-magnetite, as pointed by the thermomagnetic curves and their magnetic transition at 580°C and Hopkinson peak around 550°C. The magnetic fabric obtained at the basic portions as well as at the acid centers of compound intrusions and at the isolated intrusions furthest from the main swarm, are each other concordant even as with the structural fabric. The direction is NE-SW with a high dip angle and a low plunge lineation, which indicate the dikes flux. The relation between magnetic and structural fabrics are concordant with the Major Gercino Shear Zone.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/115289
Arquivos Descrição Formato
000963403.pdf (5.244Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.