Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da excreção fecal de gordura : estudo sobre o esteatócrito e suas modificações e a determinação da concentração fecal de colesterol e triglicerídeos

.

Avaliação da excreção fecal de gordura : estudo sobre o esteatócrito e suas modificações e a determinação da concentração fecal de colesterol e triglicerídeos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da excreção fecal de gordura : estudo sobre o esteatócrito e suas modificações e a determinação da concentração fecal de colesterol e triglicerídeos
Autor Almeida, Izabel Cristina Schander
Orientador Oliveira, Jarbas Rodrigues de
Co-orientador Maguilnik, Ismael
Data 1996
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Pós-Graduação em Gastroenterologia.
Assunto Absorção intestinal
Fezes
Metabolismo
Sistema digestório
Resumo A análise quantitativa da excreção fecal de gordura (método de van de Kamer) permanece como o melhor e mais utilizado método de avaliação de pacientes suspeitos de alterações na digestão elou absorção de gorduras. No entanto, esta técnica é pouco aceita por todos os envolvidos na sua realização. Vários métodos foram propostos tentando solucionar questões como a manipulação de grandes quantidades de fezes. Uma destas técnicas é o esteatócrito, um método semiquantitativo de determinação da excreção fecal de gordura, descrito por PHUAPRADIT, NARANG, MENDONÇA et alli (1981). O método também sofreu críticas e, a partir destas, foram propostas modificações. Um dos objetivos deste trabalho foi o de estudar a técnica original e 5 modificações da mesma. Obtivemos 6 diferentes formas de realização do esteatócrito, a saber: 1) técnica clássica ( homogeneização por 1 minuto à temperatura ambiente); 2) homogeneização por 2 minutos à temperatura ambiente; 3) homogeneização por 1 minuto e material em banho-maria a 370 C por 24 horas; 4) homogeneização por 2 minutos nas mesmas condições de temperatura da técnica 3; 5} homogeneização por 2 minutos à temperatura ambiente com adição de ácido e corante lipídico e 6) como a técnica 5 mas em banho-maria a 750 C durante 10 minutos. Testes de correlação demonstraram que a técnica 2 é a mais adequada das 6 diferentes formas de realizar-se o esteatócrito. Seu coeficiente de correlação foi de 0,94. Para as demais, obtivemos os seguintes valores: técnica 1= 0,65; técnica 3= 0,65; técnica 4= 0,87; técnica 5= 0,74 e técnica 6= 0,73. Testes de variação intra e interensaio confirmaram a técnica 2 como a de melhor desempenho. Como mais uma alternativa ao método de van de Kamer, estudamos a determinação da concentração fecal de colesterol e triglicerídeos. Nosso objetivo era avaliar o desempenho da técnica. Obtivemos recuperação de 82,80 ± 14,200/0 para o colesterol e 113,24 ± 87,67% para os triglícerídeos. A variação nos resultados da determinação de colesterol não invíabilíza o seu uso na prática diária, o mesmo não é válido para os triglicerídeos (talvez sejam necessárias modificações na técnica para melhor desempenho).
Abstract The quantitative analysis of fecal fat excretion ( van de Kamer method) is still the best and most widely used method of evalutation of patients suspected of having alteration in their digestion and/or absorption of fats. However, this technique in not much accepted by everybody involved in its execution . Many methods have been proposed, trying to solve matters such as the manipulation of large quantities of feces. One of these techniques is the steatocrit, a semiquantitative method of determining the fecal fat excretion, described by PHUAPRADIT, NARANG, MENDONÇA et alii (1981). This method has also been criticized and, based on these critics, modofocations have been proposed. One of the objectives of this work was to study the original technique and five of its modifications. We obtained 6 different ways of executing the steatocrit, which are: 1) classic technique ( homogenization during 1 minute at environmental temperature); 2) homogenization during 2 minutes at environmental temperature; 3) homogenization during 1 minute and material in waterbath at 37° C for 24 hours; 4) homogenization during 2 minutes in the same temperature conditions as in technique 3; 5) homogenization during 2 minutes at environmental temperature with addition of acid and Iipid dyeing and 6) as in technique 5 but in water-bath at 75° C during 10 minutes. Correlation tests demonstrated that technique 2 is the most adequate of the 6 different forms of executing the steatocrit. tts coefficient of correlation was 0.94. For the others, we obtained the following values: techique 1= 0.65; technique 3= 0.65; technique 4= 0.87; technique 5= 0.74 and technique 6= 0.73. Intra and interexperiment variation tests confirmed technique 2 as being the one with the best performance. As an additional alternative to the van de Kamer method, we studied the determination of fecal concentration of cholesterol and triglycerides. Our objective was to evaluate the performance of the technique. We obtained a recuperation of 82.80±14.20% for cholesterol and 113.24±87.67°J'o for triglycerides. The variation in the results for the cholesterol determination does not render this technique unviable in daily practice. The same does not apply to triglycerides (maybe modifications in the technique are necessary for a better performance).
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/115316
Arquivos Descrição Formato
000215904.pdf (7.146Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.