Repositório Digital

A- A A+

Variação do volume da tireóide durante a puberdade

.

Variação do volume da tireóide durante a puberdade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Variação do volume da tireóide durante a puberdade
Autor Lisboa, Hugo Roberto Kurtz
Orientador Gross, Jorge Luiz
Data 1999
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Pós-Graduação em Endocrinologia.
Assunto Crescimento e desenvolvimento
Glândula tireóide
Puberdade
Rio Grande do Sul
Resumo Avaliou-se o desenvolvimento da tireóicle no período da puberdade em 96 escolares da cidade de Passo fundo, Rio Grande do Sul, nos anos 1991 e 1992 e, posteriormente, em 1995 e 1996. Estes ind ivícluos eram provenientes de um subgrupo de 164 alunos selecionados aleatoriamente entre l 096 escolares que participaram da primeira fase do . estudo sobre a prevalência de bócio. Daquele grupo, 96 estudantes foram encontrados e concordaram em participar do novo estudo. Estes tiveram suas tireóides observadas pelo exame clínico e pela ultra-sonografia, avaliados o peso, altura, grau de desenvolvimento puberal em ambos períodos. Na segunda etapa do estudo, além dessas avaliações, foram feitas dosagens laboratoriais: tiroxina total, hormônio estimulante da tireóide, somatomedina C, anticorpos antitireoperoxidase e o iodo urinário. Constatou-se que o volume tireoideano aumenta proporcionalmente mais do que a superf1cie corporal durante a puberdade. Este aumento foi maior em meninos que em meninas e não estava relacionado aos níveis de T4 total, TSH, IOF I e iodo urinário. Através da regressão linear múltipla, observou-se que o aumento do volume tireoideano permanecia associado, de forma independente e significativa, ao tamanho da tireóide no início do estudo, ao aumento ela superfície corporal e ao sexo masculino. A tireóide dos meninos é maior que a das meninas mesmo quando este volume foi ponderado pela superfície corporal. O volume da tireóide apresentou uma correlação positiva com os estágios ela puberdade nos meninos e não nas meninas. Houve um aumento das medidas antropométricas no período do estudo, porém o aumento da prega cutânea tricipital não apresentou significância estatística. A prega cutânea das meninas foi maior que a dos meninos. Os níveis de T4 total diminuíram durante o período da puberdade estudado em meninos. Os níveis de TSH, IGF-1 e a excreção uónária de iodo não apresentaram variação significativa As meninas apresentaram níveis de IGF I maior que os dos meninos. Cerca de 8% dos indivíduos apresentavam Tireoidite de Hashimoto e, nestes, a tireóide era significativamente maior do que os sem esta patologia. Os níveis de TSH médios levemente superiores, embora sem significância estatística, e todos os estudantes com Tireoidíte de Hashimoto eram eutireoideanos no momento do estudo. Houve uma proporção de seis meninas para um menino com Tireoidite de Hashimoto. O suprimento de iodo, através do sal íodado, estava sul:iciente para a população de estudantes no período do estudo. A tireóide, portanto, aumenta de forma significativa no período puberal, porém este crescimento não está associado a fatores conhecidos. Este aumento parece ser uma característica do período puberal e ocorre de forma mais acentuada nos indivíduos do sexo masculino.
Abstract Ninety and six schoolchildren in the puberal period were studied to evaluate the thyroid development in 1991-1992 and again in 1995-1996. These individuais came from a sub sample of 164 schoolchildren randomly selected among 1 096 schoolchildren studied in a goiter survey in 1991-1992. The ninety and six actually studied were those found and that agreed on participation in the second part of the study. All students had theirs thyroids examined clinically and through ultra-sonography. The weight, height and triciptal skinfold was obtained. In the second phase o f the study, in addiction to these measurements, the serum total .thyroxin, thyroid stimulating hormone, insulin like growth factor I and urinary iodine were assayed. Proportionally, the thyroid increased more than the body surface area during the period o f puberty studied. This growth was more pronounced in boys than in girls and was not related to total T4, TSH, IGF or urinary iodine excretion. According to a model of multiple regression analysis, the thyroicl growth remained associated independently and significantly to thyroid size at the beginning o f the study, to the body surface area growth and to the male gender. All the anthropometric measures increased significantly during the period of the study with exception o f thc trici ptal skinfold that di c! not reach statistical significance.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/115321
Arquivos Descrição Formato
000272680.pdf (4.313Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.