Repositório Digital

A- A A+

Administração intravenosa de apirase reduz trombose arterial aguda em um modelo experimental de lesão endotelial por cateter balão in vivo

.

Administração intravenosa de apirase reduz trombose arterial aguda em um modelo experimental de lesão endotelial por cateter balão in vivo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Administração intravenosa de apirase reduz trombose arterial aguda em um modelo experimental de lesão endotelial por cateter balão in vivo
Outro título Intravenous apyrase administration reduces arterial thrombosis in a rabbit model of endothelial denudation in vivo
Autor Costa, Andry Fiterman
Orientador Picon, Paulo Dornelles
Data 2002
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina : Cardiologia e Ciências Cardiovasculares.
Assunto Lesão endotelial
Trombose
[en] Apyrase
[en] CD39
[en] Experimental model
[en] NTPDase
[en] Rabbits
[en] Thrombosis
Resumo O papel dos nucleotídeos da adenina na função vascular e plaquetária já está bem estabelecido. Apirase (CD39) faz parte de uma família de ecto-enzimas capazes de hidrolisar nucleosídeos di- e trifosfatados da adenosina e sua participação no sistema tromborregulador tem sido estudada. Nós utilizamos um modelo experimental in vivo de trombose arterial aguda para testar a hipótese de que a administração de apirase solúvel pode prevenir a formação de trombos. Vinte e cinco coelhos brancos Nova Zelândia foram submetidos à lesão arterial com cateter balão e, após 15 dias, a um protocolo indutor de trombose. Treze animais receberam duas administrações intravenosas de apirase solúvel (com 90 minutos de intervalo) e 12 animais foram utilizados como controle. Após 3 horas do protocolo indutor de trombose, os animais foram mortos e a taxa e área de trombose foram avaliadas. A taxa de trombose no grupo apirase foi significativamente menor que no grupo controle (69% vs. 16,7%, respectivamente, P=0,015) assim como a área de trombose (1,7 mm2 ± 4,3 vs. 21,7 mm2 ± 37,4, respectivamente, P=0,008). Nossos resultados confirmam a participação da apirase na homeostasia através de um potente efeito antitrombótico.
Abstract The role of adenine nucleotides on vascular and platelet functions has long been established. Apyrase (CD39) takes part of a family of ecto-enzymes that hydrolyze adenosine di and triphosphate and its participation on thromboregulatory system is under study. We used an in vivo experimental model of acute arterial thrombosis to test the hypothesis that administering soluble form of potato apyrase could prevent thrombus formation. Twenty five white New Zealand male rabbits suffer balloon aortic endothelium denudation and fifteen days after were submitted to a thrombosis triggering protocol with a procoagulant (Russel’s viper venom) and epinephrine. After the thrombosis triggering protocol 13 animals received two soluble apyrase administration (with 90 minutes interval) and 12 animals that received no treatment were used as controls. Three hours after the triggering protocol, the animals were killed and the rate and area of arterial thrombosis were analyzed. The rate of thrombosis in the apyrase group was significantly lower than the control group (69% vs. 16,7%, respectively, P= 0,015) as well as the area of thrombosis (1,7 mm2 ± 4,3 vs. 21,7 mm2 ± 37,4, respectively, P=0,008). Our results confirm that apyrase do participate in homeostasis through a potent antithrombotic effect.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/11534
Arquivos Descrição Formato
000616139.pdf (200.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.