Repositório Digital

A- A A+

Foraging behavioral of Phylloscartes ventralis (Aves, Tyrannidae) in native and planted forests of southern Brazil

.

Foraging behavioral of Phylloscartes ventralis (Aves, Tyrannidae) in native and planted forests of southern Brazil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Foraging behavioral of Phylloscartes ventralis (Aves, Tyrannidae) in native and planted forests of southern Brazil
Outro título Comportamento de forrageio de Phylloscartes ventralis (Aves, Tyrannidae) em florestas nativas e plantadas no sul do Brasil
Autor Lima, Andre de Mendonca
Hartz, Sandra Maria
Abstract Few studies have related the effects of silviculture practices to the behavior of bird species in the Neotropics. The present study examined the foraging behavior of Phylloscartes ventralis (Temminck, 1824) in a native forest and in silviculture areas of Pinus elliotti and Araucaria angustifolia with different structures and ages. We tested two general hypotheses: (1) areas of commercial forest plantation change the foraging behavior of P. ventralis in relation to native forest, and (2) the foraging behavior of P. ventralis in silviculture areas with understories (complex structures) is different from its behavior in areas without understory. The results showed that P. ventralis changed its foraging behavior depending on the type of forest, and on the presence of an understory in silviculture areas. Main changes involved the height and angle of substrate where the prey was captured. Phylloscartes ventralis showed the same set of attack maneuvers, with more maneuvers type in young Pinus planted without understory. The frequency of use of attack maneuvers was more similar in areas of silviculture with understory and in the native forest. The results highlight the importance of an understory structure and the utilization of native plant species in silviculture practices, to the foraging behavior of native bird species.
Resumo Poucos estudos têm relacionado os efeitos que práticas silviculturais exercem sobre o comportamento de aves neotropicais. O presente estudo analisou o comportamento de forrageio de Phylloscartes ventralis (Temminck, 1824) em uma floresta nativa e em áreas de silvicultura de Pinus elliottii e Araucaria angustifolia com diferentes estruturas e idades. Foram testadas duas hipóteses gerais: (1) áreas de plantio comercial alteram o comportamento e forrageio de P. ventralis em relação à mata nativa e (2) o comportamento de forrageio de P. ventralis em áreas de silvicultura com sub-bosque (estruturalmente mais complexas) é diferente do registrado em áreas sem sub-bosque. Os resultados demonstram que P. ventralis alterou seu comportamento de forrageio dependendo do tipo de floresta e da presença de sub-bosque em áreas de silvicultura. As principais mudanças envolvem a altura e o ângulo de substrato onde a presa foi capturada. Phylloscartes ventralis exibiu o mesmo grupo de manobras de ataque a presas, com um maior número de tipos de manobras em plantações jovens de Pinus sem sub-bosque. A frequência de uso de manobras de ataque a presas foi mais similar em áreas de silvicultura com sub-bosque e na floresta nativa. Os resultados destacam a importância do sub-bosque e da utilização de espécies nativas em práticas silviculturais para a manutenção do comportamento de forrageio de uma espécie de ave nativa.
Contido em Iheringia : série zoologia. Porto Alegre. Vol. 104, n.4 (dez. 2014), p. 391-398
Assunto Araucaria angustifolia
Phylloscartes ventralis
Tyrannidae : Comportamento animal
[en] Araucaria angustifolia
[en] Attack maneuvers
[en] Habitat structure
[en] Mottle-cheeked tyrannulet
[en] Pinus elliotti
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/115341
Arquivos Descrição Formato
000955564.pdf (911.9Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.