Repositório Digital

A- A A+

Associação entre marcadores fenótipicos e gravidade da doença em pacientes esquizofrênicos

.

Associação entre marcadores fenótipicos e gravidade da doença em pacientes esquizofrênicos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Associação entre marcadores fenótipicos e gravidade da doença em pacientes esquizofrênicos
Outro título Association between phenotypic markers and disease severity in schizophirenic
Autor Lobato, Maria Inês Rodrigues
Orientador Belmonte-de-Abreu, Paulo Silva
Data 1998
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Pós-Graduação em Clínica Médica.
Assunto Antropologia física
Dermatoglifia
Diagnóstico
Esquizofrenia
Resumo A esquizofrenia é uma doença complexa em que fatores genéticos e ambientais parecem operar de forma sinérgica, aumentando o risco para a sua ocorrência, sem ainda uma evidência clara do papel isolado de cada fator. Com objetivo de identificármos marcadores fenotípicos e sua relação com uma maior gravidade de doença, estudamos dois tipos de marcadores (anomalias físicas menores e dermatóglifos) de cinqijenta pacientes portadores de esquizofrenia e sua associação com gravidade de doença. Foram considerados quatro parâmetros de gravidade (número de internações, idade da primeira internação, padrão de resposta a antipsicóticos e perda de potencial cognitivo medido através da escala Wechsler) e sua associação com marcadores de primeiro (anomalias físicas menores) e segundo (dematóglifos) trimestre de gestação. Em relação as anomalias físicas menores nosso estudo não encontrou associação entre este fator e gravidade de doença, porém quanto aos marcadores dermatoglíficos encontramos diferença significativa entre diferença de linhas direita-esquerda e maior número de internações (p=0,03), contagem de linhas totais e idade da primeira internação (p=0,05), simetria de padrões dermatoglíficos e refratariedade (p=0,02). Nossos achados sugerem que fatores delétérios intra-uterinos durante o segundo trimestre de gestação podem estar relacionados com uma forma mais grave de esquizofrenia.
Abstract Schizophrenia is a complex disease where geneíic and enviromental factors seems to operate synergistically. Unfortunately, it is not clear the independent effect of each. The present study assessed the frequence of minor physical (MPA) and dermatoglyphical abnormalities and patterns in 50 DSM-IV Schizophrenic subjects and the association with indícators of illness severity. The study failed to detect association of MPA and disease severity indicators (DSI), but found association of three specific dermotaglyphic patterns with three DSI. The associations were 1: fingertip numbers between right and left hand and > n0 of hospitalizations (p=0,03)1 2: total fingertip count and and age of onset (p= 0,05) and 3: simetry patterns and antipsychotic response (p=0,02). These resuits can indicate that deleterious factors occurring during midgestational períod without enough intensity to imprint MPAs may play a role in severity of schizophrenia.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/115375
Arquivos Descrição Formato
000138120.pdf (5.231Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.