Repositório Digital

A- A A+

Ensaio cartográfico, relatando a vivência da implantação de um projeto de educação permanente : o projeto caminhos do cuidado

.

Ensaio cartográfico, relatando a vivência da implantação de um projeto de educação permanente : o projeto caminhos do cuidado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ensaio cartográfico, relatando a vivência da implantação de um projeto de educação permanente : o projeto caminhos do cuidado
Autor Rodrigues, Edelves Vieira
Orientador Moraes, Marielly de
Data 2013
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de especialização em formação integrada multiprofissional em educação e ensino da saúde.
Assunto Ensino técnico
Gestão da educação
Saúde
Resumo O presente trabalho visa relatar a experiência do momento de implantação do projeto Caminhos do Cuidado que é uma das ações do plano “Crack é possível vencer” dentro do eixo do Cuidado, de responsabilidade do Ministério da Saúde com a coordenação da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SEGETS) em parceria com a Fundação Osvaldo Cruz (FIOCRUZ)do Rio de Janeiro e com o Grupo Hospitalar Conceição(GHC) do Rio Grande do Sul. Pretende-se narrar a constituição da equipe Nacional até o momento do inicio da constituição das equipes estaduais. O material de análise para este relato são as Atas e relatórios dos encontros que trazem o desenho da organização inicial para implantação do projeto. O projeto organizou-se através de um Grupo Condutor que é composto pelo DEGES/MS, Áreas Técnicas da Saúde Mental e Departamento de Atenção Básica/MS, ICICT/Fiocruz e Escola GHC, que constituem uma Coordenação Executiva para a operacionalização e execução do mesmo. Em função da magnitude do projeto formam-se equipes para trabalharem articuladamente tendo como base o projeto pedagógico, estas equipes denominadas como Coordenação de Infra Estrutura, Coordenação de Comunicação, Coordenação Acadêmica, Coordenação Pdagógica e Coordenações Macro regionais. Estrutura-se pela presença das coordenações macrorregiões nas regiões do país, Sul, Sudeste, Centro Oeste, Norte e Nordeste que trabalham para a articulação junto as ETSUS, AB, SM dos Estados e pela indicação destes parceiros constitui-se as equipes e coordenações estaduais. O relato desta experiência apresentará que a execução deste projeto pressupos a articulação entre as instituições do SUS, como as Escolas de Saúde Pública, as Escolas Técnicas do SUS, as áreas de saúde mental, atenção básica dos três entes federativos e os Conselhos de Secretários Municipais de Saúde. O projeto tem por objetivo oferecer formação para todos os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) do Brasil e um Auxiliar ou Técnico de Enfermagem (ATEnf) por equipe de saúde da família, em saúde mental com ênfase em crack, álcool e outras drogas totalizando 290.760 alunos até dezembro de 2014.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/115473
Arquivos Descrição Formato
000955563.pdf (277.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.