Repositório Digital

A- A A+

Relações entre a saúde mental da gestante e o apego materno-fetal

.

Relações entre a saúde mental da gestante e o apego materno-fetal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Relações entre a saúde mental da gestante e o apego materno-fetal
Outro título Relations between pregnant women’s mental health and maternal-fetal attachment
Autor Alvarenga, Patricia
Dazzani, Maria Virgínia Machado
Alfaya, Cristiane Ajnamei dos Santos
Lordelo, Eulina da Rocha
Piccinini, Cesar Augusto
Resumo O estudo investigou as relações entre variáveis sociodemográficas, saúde mental da gestante e o apego materno-fetal no terceiro trimestre de gestação. Participaram do estudo 261 gestantes selecionadas através de amostragem por acessibilidade em quatro maternidades públicas. As gestantes responderam individualmente uma ficha de dados sociodemográficos, a Escala de Apego Materno-Fetal e o SRQ-20. A análise de regressão revelou que o número de filhos (4%) e a saúde mental materna (4,2%) explicaram parte da variância no apego materno-fetal. A escolaridade da mãe e do pai não esteve associada a essa variável. O modelo de regressão múltipla considerando os quatro fatores analisados, explicou 8,2% da variância nos escores de apego materno-fetal. Discutem-se as implicações dessas variáveis na formação do vínculo da mãe com o bebê durante a gestação.
Abstract This study investigated the relations among sociodemographic variables, pregnant women mental health, and maternal-fetal attachment in the third trimester of pregnancy. Participants were 261 pregnant women recruited from public maternity wards using a convenience sampling technique. Each pregnant woman completed a sociodemographic data form, the Maternal-Fetal Attachment Scale, and the SRQ-20. Regression analysis revealed that the number of children (4%) and mothers’ mental health (4.2%) accounted for part of the variance in maternalfetal attachment scores. Father’s and mother’s schooling was not associated with this variable. Taking the four analyzed factors into account, a multiple regression model accounted for 8.2% of the variance in the maternal-fetal attachment scores. The implications of these variables for mother-infant bonding during pregnancy are discussed.
Contido em Estudos de psicologia (Natal). Vol. 17, n. 3 (set./dez. 2012), p. 477-484
Assunto Comportamento de apego
Gravidez
Relações materno-fetais : Psicologia
Saúde mental
[en] Maternal-fetal attachment
[en] Mental health
[en] Pregnancy
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/115535
Arquivos Descrição Formato
000939027.pdf (302.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.