Repositório Digital

A- A A+

Comportamento dos cimentos AH Plus e MTA Fillapex nos túbulos dentinários após tratamento e posterior retratamento endodôntico através da microscopia confocal a laser

.

Comportamento dos cimentos AH Plus e MTA Fillapex nos túbulos dentinários após tratamento e posterior retratamento endodôntico através da microscopia confocal a laser

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comportamento dos cimentos AH Plus e MTA Fillapex nos túbulos dentinários após tratamento e posterior retratamento endodôntico através da microscopia confocal a laser
Autor Kok, Daniela
Orientador Só, Marcus Vinicius Reis
Data 2013
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Especialização em Endodontia.
Assunto Canais radiculares : Obturacao
Endodontia
Resumo O objetivo deste estudo foi analisar a penetrabilidade de dois cimentos obturadores (AH Plus e MTA Fillapex) nos túbulos dentinários de dentes humanos extraídos, quando submetidos ao tratamento e, posteriormente, ao retratamento endodôntico, através da análise do terço apical pela microscopia confocal de varredura a laser (MCVL). A amostra composta por 30 incisivos humanos foi preparada com o sistema rotatório ProTaper e divididas aleatoriamente conforme o cimento obturador: grupo 1: AH Plus, Grupo 2: MTA Fillapex. Em seguida estas mesmas amostras foram desobturadas através do sistema ProTaper Retratamento, repreparadas e reobturadas utilizando a mesma técnica de instrumentação e obturação inicial. Além desses 2 grupos experimentais, um grupo controle foi criado, onde o EDTA não foi utilizado. Os dentes foram seccionados transversalmente, 2mm aquém do ápice radicular, de forma que tivessem 2 mm de espessura e, em seguida, foram avaliados em microscopia confocal a laser. Após tratamento endodôntico inicial, não houve diferença na penetração dos dois cimentos (P > 0,05). No grupo controle, não houve penetração dos cimentos no interior dos túbulos dentinários. Após o retratamento, nenhum cimento foi capaz de penetrar nos túbulos dentinários. Concluiu-se que o comportamento dos cimentos endodônticos varia em casos de tratamento e retratamento endodôntico. Os cimentos endodônticos não são capazes de penetrar nos túbulos dentinários após o retratamento. Além disso, a utilização do EDTA é fundamental para o escoamento do cimento no interior dos túbulos dentinários.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/115617
Arquivos Descrição Formato
000902512.pdf (433.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.