Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da formulação Splat Cida Grafo Bona® sobre o comportamento e mortalidade de Grapholita molesta (Lepidoptera, Tortricidae)

.

Avaliação da formulação Splat Cida Grafo Bona® sobre o comportamento e mortalidade de Grapholita molesta (Lepidoptera, Tortricidae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da formulação Splat Cida Grafo Bona® sobre o comportamento e mortalidade de Grapholita molesta (Lepidoptera, Tortricidae)
Outro título Evaluation of splat cida grafo bona® formulation on behaviour and mortality of Grapholita molesta (Lepidoptera, Tortricidae
Autor Rêgo, Diogo Ricardo Goulart Pereira
Orientador Redaelli, Luiza Rodrigues
Co-orientador Botton, Marcos
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia.
Assunto Entomologia
Feromônio
Mariposa oriental
Pêssego
Resumo A mariposa-oriental, Grapholita molesta (Busck, 1916) (Lepidoptera, Tortricidae) é uma das principais pragas associadas às culturas da macieira e do pessegueiro na região sul do Brasil. Para o controle desta praga são utilizados, principalmente, inseticidas químicos. O emprego de feromônios sexuais para o monitoramento e controle de G. molesta, representa uma alternativa, entretanto existem lacunas de conhecimento que poderiam tornar a sua aplicação mais eficiente. Este trabalho teve como objetivos determinar o raio de ação do feromônio sexual ISCAlure Grafolita® em armadilhas Delta, em pomares de pessegueiro e avaliar o produto Splat Cida Grafo Bona® (SCGB) em relação à mortalidade por contato, à percepção eletroantenográfica e à quimiotaxia (túnel de vento), em machos de G. molesta. Para determinar a distância de alcance do feromônio em armadilhas Delta, machos de G. molesta marcados foram liberados a diferentes distâncias das armadilhas e o percentual de captura observado. Nos experimentos que avaliaram a mortalidade, a percepção eletroantenográfica e a quimiotaxia, o produto SCGB foi utilizado fresco e exposto por 30, 60 e 90 dias a condições ambientais não controladas. A mortalidade de machos de G. molesta foi registrada colocando os indivíduos em contato com estes tratamentos. As respostas eletroantenográficas foram obtidas expondo antenas de machos aos mesmos tratamentos e ao inerte da pasta. A quimiotaxia foi observada em túnel de vento e além desses tratamentos, machos também foram expostos a fêmeas virgens. O feromônio sexual contido nas armadilhas para monitoramento de G. molesta, em pomares de pessegueiro, atraiu mais machos a distâncias de até 200 m tendo uma área de cobertura de 12,56 ha; a mortalidade de adultos em contato com o SCGB foi similar entre os indivíduos submetidos a pastas com até 60 dias de exposição; a percepção eletroantenográfica ao produto SCGB não variou entre os tratamentos e a quimiotaxia foi maior quando os machos de G. molesta foram expostos a fêmeas virgens e ao produto SCGB que permaneceu no ambiente por 90 dias.
Abstract The oriental fruit moth, Grapholita molesta (Busck, 1916) (Lepidoptera, Tortricidae) is a major pest of crops associated with apple and peach orchards in southern Brazil. In order to control this insect, it is used, mainly, chemical insecticides. Sex pheromones for monitoring and control of G. molesta, is an alternative, however there are gaps in knowledge that could make its application more efficient. This work aimed to determine the action range of the sex pheromone ISCAlure Grafolita® in Delta traps in peach orchards and evaluate the Splat Cida Grafo Bona® (SCGB) in relation to mortality (contact), electroantennographic perception and chemotaxis (wind tunnel) to male G. molesta. Marked G. molesta males were released to different traps distances and the percentage of capture was observed. To evaluate the mortality, the electroantennographic perception and the chemotaxis, fresh and exposed SCGB for 30, 60 and 90 days, were used. Mortality of male G. molesta was recorded placing individuals in contact with these treatments. The electrophysiological responses were obtained from male antennae exposed to the same treatments and to the inert emulsion. In the wind tunnel bioassays males were also exposed to virgin females. The sex pheromone traps attracted more males at distances up to 200 m with a range area of 12.56 ha; the mortality of adults in contact with SCGB was similar among individuals submitted to the emulsion, with up to 60 days of exposure; the electroantennographic perception to the product SCGB did not vary among treatments. Chemotaxis was greater when males G. molesta were exposed to virgin females and SCGB product exposed to the environment for 90 days.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/115653
Arquivos Descrição Formato
000964400.pdf (1.148Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.