Repositório Digital

A- A A+

Partidos políticos e redes sociais : a utilização das novas mídias digitais no Rio Grande do Sul durante a campanha eleitoral de 2014

.

Partidos políticos e redes sociais : a utilização das novas mídias digitais no Rio Grande do Sul durante a campanha eleitoral de 2014

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Partidos políticos e redes sociais : a utilização das novas mídias digitais no Rio Grande do Sul durante a campanha eleitoral de 2014
Autor Taffarel, Natália Sanches
Orientador Peres, Paulo Sergio
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Políticas Públicas.
Assunto Eleições : 2014
Facebook (Site).
Partidos políticos e inernet
Políticas públicas
Redes sociais
Rio Grande do Sul
[en] 2014 elections
[en] Political parties and internet
[en] Rio Grande do Sul elections
[en] Social networks
Resumo O surgimento da Internet 1.0 e, depois, da Internet 2.0 com as Redes Sociais provocou drásticas mudanças no ambiente político-eleitoral, obrigando os partidos a processarem uma nova evolução adaptativa. Acostumados a um padrão de comunicação e relação com a sociedade estabelecido pelos meios de comunicação tradicionais, que impunham uma interação unidirecional, vertical e centralizada, os partidos políticos agora precisam investir em um novo padrão, multidirecional, horizontal e descentralizado. Além disso, precisam aprender a se comunicar com as novas gerações, do mundo eletrônico virtual, para se reconectarem com a sociedade e esse novo contingente de eleitores. Em que medida os partidos políticos estão conseguindo se adaptar a esse novo habitat? Os partidos têm investido em formas inteligentes e eficientes de utilização da Internet e das Redes Sociais? Para responder a tais perguntas, o presente trabalho analisa o uso do Facebook pelos principais partidos que disputaram o governo do estado do Rio Grande do Sul nesta eleição de 2014. Os dados mostram que os partidos estão investindo cada vez mais na Rede para interagir com seus eleitores, mas seu uso ainda não é tão eficiente a ponto de aproveitar todo o potencial dessas novas ferramentas de comunicação.
Abstract The appearance of the internet 1.0 and later internet 2.0 with the social networks made heavy changes on the political and electoral system, forcing parties to an adaptive evolution. Used to an usual kind of communication and relationship with society existent through the traditional media, that imposed one direction interactions, vertical and centralized, parties need now to invest in a new standard, multidirectional, horizontal and decentralized. Moreover, they need to learn how to talk with new generations, of the virtual world, to reconnect with society and these new electors. How the parties are adapting to this new place? Are they investing in new, intelligent and efficient ways to use the internet and social networks? To answer these questions, this study analyzes the Facebook use of the main parties which run for the Rio Grande do Sul government during 2014’s elections. Data shows that parties are investing more each day to interact with the voters, but the use is not efficient enough to have full potential of the new communication tools.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/115942
Arquivos Descrição Formato
000954124.pdf (2.695Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.