Repositório Digital

A- A A+

Por um diálogo saudável e o bom desenvolvimento da criança

.

Por um diálogo saudável e o bom desenvolvimento da criança

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Por um diálogo saudável e o bom desenvolvimento da criança
Autor Medeiros, Janete Machado
Orientador Corso, Luciana Vellinho
Co-orientador Dornelles, Leni Vieira
Data 2014
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Especialização em Docência na Educação Infantil.
Assunto Diálogo
Educação infantil
Formação de professores
Resumo Com o trabalho ―Por um diálogo saudável e o bom desenvolvimento da criança‖, me propus a despertar o grupo de educadoras para a importância que o diálogo saudável desempenha na formação de modelos apropriados de trocas interpessoais, assim como, para a construção da auto-estima e da autonomia da criança. O método utilizado foi de natureza qualitativa, por meio da pesquisa-ação. O estudo foi realizado em uma escola de educação infantil situada em Porto Alegre e envolveu 23 educadoras. Foram organizados quatro encontros de 60 a 120 minutos que ocorreram nos dias de formação pedagógica da instituição. Para estes encontros procurou-se trazer propostas com atividades variadas (dinâmica de sensibilização, leitura, vídeo, estudo de casos) que desencadeassem discussões e reflexões a cerca de suas práticas de trabalho com a criança, das formas de comunicação utilizadas, da importância de se conhecer as características do desenvolvimento, os interesses e necessidades de cada faixa-etária, do papel do professor como modelo para as crianças em fase de construção de sua identidade e auto-estima. As discussões foram gravadas em áudio e vídeos e depois foram analisadas. No referencial teórico utilizei os estudos de Piaget (1994), Paulo Freire (1996), Kamii (1995) e Zatti (2007) para apresentar as concepções de autonomia e heteronomia. No que se refere ao diálogo, comunicação e trocas interpessoais, incluí as contribuições de Wallon, (1995), Paulo Freire (1997), Piaget (1991), Vygotsky (1993), Nadja (1999), Castro (1998), Nolte (2003) e Oliveira (2002). A pesquisa mostrou que os encontros foram produtivos no sentido de fazer as professoras avaliarem suas ações, dividirem dúvidas e desacomodarem-se. Em conjunto elas concordam que o carinho, o afeto são importantes para o desenvolvimento saudável das crianças. Foi visível a percepção que as professoras têm referente à influência que seus comportamentos exercem sobre as crianças. Análises como estas mostram que programas de formação continuada que possibilitem a constante reflexão sobre o fazer docente e estimulem o estudo, o diálogo, e a socialização de práticas entre os colegas, são de fundamental importância quando se busca uma maior qualificação profissional.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/115968
Arquivos Descrição Formato
000965146.pdf (293.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.