Repositório Digital

A- A A+

Fatores motivacionais para prática esportiva : um estudo com participantes do projeto de extensão basquetebol oportunizando sua prática da ESEF/UFRGS

.

Fatores motivacionais para prática esportiva : um estudo com participantes do projeto de extensão basquetebol oportunizando sua prática da ESEF/UFRGS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores motivacionais para prática esportiva : um estudo com participantes do projeto de extensão basquetebol oportunizando sua prática da ESEF/UFRGS
Autor Silva, Kaue Kamau
Orientador Cardoso, Marcelo Francisco da Silva
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Bacharelado.
Assunto Basquetebol
Motivação
[en] Basketball
[en] Motivation
[en] Motivational dimension
Resumo A motivação tem relação direta e significativa no planejamento, estruturação e aplicação prática de projetos voltados à prática desportiva. Diferentes estudos têm demonstrado que há uma relação entre as dimensões motivacionais e a adesão e permanência em programas de esporte. Porém, é importante a ampliação na investigação dessa temática em contextos diversos, como em adultos que participam de projetos esportivos desenvolvidos na universidade. Dentro dessa perspectiva definimos como objetivo geral do estudo descrever e analisar as dimensões que motivam a prática esportiva em praticantes do projeto de extensão da ESEF/UFRGS, e como objetivo específico verificar se há influência do nível de prática esportiva e da idade dos participantes do projeto de extensão nas dimensões de motivação. A amostra estudada foi composta por 68 sujeitos que participam do PROJETO DE EXTENSÃO “BASQUETEBOL OPORTUNIZANDO SUA PRÁTICA”, com idades compreendidas entre 18 e 55 anos. O instrumento utilizado para investigar as dimensões motivacionais para a prática esportiva foi o inventário IMPRAFE – 132 (BALBINOTTI e BARBOSA, 2009), que avalia as dimensões Estéticos, Competitividade, Controle do Estress, Saúde, Sociabilidade e Prazer e utiliza uma escala de sete pontos do tipo Likerd. Para apresentarmos os fatores motivacionais utilizamos a estatística descritiva em valores de médias e desvios padrão. Em uma primeira análise exploratória dos dados verificamos a aderência dos resultados à normalidade da distribuição através do teste de kolmogorov-Smirnov. Para verificar a influência das variáveis níveis de rendimento e idade sobre cada fator motivacional recorremos a ANOVA do tipo II. O software utilizado foi o SPSS V.20 e o alfa mantido em 0,05. Os resultados evidenciaram uma importância maior atribuída às dimensões “estética” (110,06 ± 19,51) seguido da dimensão “prazer” (106,84 ± 19,64). As dimensões menos valorizadas foram a “saúde” (78,72 ± 18,16) e a “competitividade” (82,57 ± 22,75). Não encontramos interações, efeitos e diferenças estatisticamente significativas dos grupos de idade e dos níveis de rendimento esportivo na atribuição de importância das dimensões motivacionais. Conclusões: o planejamento dos projetos de prática esportiva, desenvolvidos na universidade, devem considerar as dimensões motivacionais para a prática esportiva do participante, isso possibilita uma adequação aos objetivos e também a permanência dos sujeitos no projeto.
Abstract Motivation has a direct and significant relationship in the planning, structuring and practical implementation of sports focused projects. Different studies have shown that there is a relationship between motivational dimensions and the membership and retention in sports programs. However, is it important to investigate this theme in various contexts, such as in adults who participate in university developed sports projects. Within this perspective, we defined as this study’s general objective to describe and analyze the dimensions that motivate sport practice in participants of the extension project of ESEF/UFRGS. As a specific objective, to verify if there is any influence from the level of the sport practice and the age of the participants of the extension project in the motivating dimensions. The sample studied was made up of 68 individuals who participated in the EXTENSION PROJECT “BASKETBALL PROVIDING OPPORTUNITES FOR ITS PRACTICE”, with ages ranging between 18 and 55 years. The tool used to investigate the motivational dimensions for sport practice was the inventory IMPRAFE – 132 (BALBINOTTI and BARBOSA, 2009), which evaluates Aesthetic, Competitiveness, Stress Control, Health Sociability and Pleasure factors, and uses a seven point scale of the Likerd type. For us to present the motivational factors, we used the descriptive statistics of average values and standard deviation. In a first exploratory analysis of the data, we verified the adherence of the results to a normal distribution through the kolmogorov-Smirnov test. To verify the influence of the varying levels of performance and age on each motivational factor we referred to ANOVA type II. The software used was SPSS V.20 and the alpha remained 0.05. The results showed a greater importance given to the “aesthetic” size (110.06 ± 19.51) followed by the “pleasure” size (106.84 ± 19.64). The least valued dimensions were “health” (78.82 ± 18.16) and “competitiveness” (82.57 ± 22.75). We did not encounter interactions, effects and statistically significant differences in the age groups and levels of sport performance in the assigning of importance of the motivational dimensions. Conclusion: The planning of sport practice projects, developed at the university, should consider the motivational dimensions of the participant, and this allows adaptation of the goals and the permanence of the individuals in the project.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/116099
Arquivos Descrição Formato
000965028.pdf (3.681Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.