Repositório Digital

A- A A+

Leitões de baixo peso ao nascimento: alternativas para garantir a sobrevivência, imunidade e bom desempenho na fase de maternidade

.

Leitões de baixo peso ao nascimento: alternativas para garantir a sobrevivência, imunidade e bom desempenho na fase de maternidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Leitões de baixo peso ao nascimento: alternativas para garantir a sobrevivência, imunidade e bom desempenho na fase de maternidade
Outro título Low birth weight piglets: strategies to ensure the survival, immunity and better performance in suckling piglets
Autor Moreira, Leticia Pinheiro
Orientador Bortolozzo, Fernando Pandolfo
Co-orientador Bernardi, Mari Lourdes
Wentz, Ivo
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Colostro
Imunoglobulina G
Reprodução animal : Suínos
Suplemento energético
Suplemento proteico
[en] Colostrum
[en] Energy-protein supplement
[en] Immunoglobulin G
[en] Preweaning mortality
[en] Swine
Resumo O objetivo desse trabalho foi avaliar a concentração de imunoglobulina G (IgG), a sobrevivência e o ganho de peso de leitões com baixo peso ao nascimento durante a lactação, de acordo com a quantidade de colostro ingerida com ou sem um suplemento proteico-energético (SPE). Leitões com peso ao nascimento variando de 800 a 1200 g (média de 1025,2 ± 8,15 g) foram submetidos, nas primeiras 24 h, a diferentes tratamentos: CM (n=30) e CMS (n=30) compostos por leitões que ficaram com suas mães biológicas em baias convencionais, sem e com SPE, respectivamente; D120 (n=30) e D120S (n=30) compostos por leitões que receberam 120 mL (30 mL a cada 6 horas) de colostro por sonda orogástrica em um deck de alimentação, sem e com SPE, respectivamente; D200 (n=29) e D200S (n=27) formados por leitões que receberam 200 mL (50 mL a cada 6 horas) de colostro por sonda orogástrica em um deck de alimentação, sem e com SPE, respectivamente. Os leitões dos tratamentos CMS, D120S e D200S receberam 4 mL do SPE nas primeiras 24 horas. Os leitões foram selecionados de fêmeas de ordem de parto (OP) 2 a 7 (média de 3,9 ± 0,11), e o intervalo médio entre o nascimento e a ingestão ou fornecimento de colostro foi 100,3 ± 3,6 minutos. Os leitões dos tratamentos D120, D120S, D200 e D200S foram alimentados com colostro procedente de um pool de colostro. Os leitões foram colocados para mamar em mães adotivas de ordem de parto (OP) 2 a 5 (média de 3,0 ± 0,08), em leitegadas contendo dois leitões de cada tratamento, perfazendo um total de 12 leitões. Os leitões foram pesados individualmente ao nascimento, 24h após e, também, aos 7, 14 e 20 dias de vida. A duração média da lactação foi de 20,4 ± 0,06 dias. A concentração de IgG no soro dos leitões D200 e D200S foi superior à dos leitões CM, D120 e D120S (P<0,05), enquanto que os leitões CMS e D200 tiveram concentração de IgG similar (P>0,05). O maior ganho de peso nas primeiras 24 h foi observado no tratamento CMS, ao passo que os tratamentos D120 e D120S tiveram perda de peso neste período (P<0,05). O ganho de peso diário durante o período de lactação e o peso aos 7, 14 e 20 dias foram semelhantes entre os tratamentos (P>0,05). Os leitões D120 apresentaram maior taxa de mortalidade durante a lactação do que os leitões CMS, D120S, D200 e D200S (P<0,05). O fornecimento de 200 mL de colostro ou de suplemento proteico-energético são alternativas que garantem maior concentração de IgG sérica, ganho de peso nas primeiras 24 h de vida e maior sobrevivência.
Abstract The aim of this study was to evaluate the concentration of immunoglobulin G (IgG), survival and weight gain of low birth weight piglets according to the amount of colostrum intake and the supplementation of an oral protein and energy supplement (OPES). Piglets with an range birth weight of 800 to 1200 g (average of 1025.2 ± 8.15 g) were submitted during the first 24 h to one different treatments: WS (n=30) and WSS (n=30) consisted of piglets suckling in their mothers in conventional farrowing crates, with or without OPES, respectively; D120 (n=30) and D120S (n=30) consisted of piglets fed 120 mL (30 mL every 6 hours) of colostrum by orogastric tube in a feeding deck, with or without OPES, respectively; D200 (n=29) and D200S (n=27) consisted of piglets fed 200 mL (50 mL every 6 hours) of colostrum by orogastric tube in a feeding deck, with or without OPES, respectively. The piglets on WSS, D120S and D200S received 4 mL of OPES on the first 24 hours after birth. Piglets were selected from sows of parity 3.9 ± 0.11 (range of 2 to 7), and the average time lapse between birth and first colostrum intake or gavage was 100.3 ± 3.6 minutes. Piglets of treatments D120, D120S, D200 and D200S received colostrum from a colostrum pool. All animals were individually weighed at birth and after the first 24 h of life. They were cross-fostered for suckling in foster mothers parity order (OP) range of 2 to 5 (average OP 3.0 ± 0.08), and each litter remained with 12 piglets, two of each treatment. Piglets were weighed again at 7, 14 and 20 days of life, and lactation length was of 20.4 ± 0.06 days. Serum concentration of IgG in the piglets was greater in D200 and D200S than in CM, D120 and D120S treatments (P<0.05), whereas CMS and D200 piglets had similar (P>0.05) IgG concentration. The greatest weight gain during the first 24 h was observed in CMS piglets, whereas D120 and D120S piglets lost weight (P<0.05). The average daily gain during lactation, as well as body weight at 7, 14 and 20 days were similar (P>0.05) among treatments. Piglets from the D120 treatment showed higher mortality rate during lactation than CMS, D120S, D200 and D200S piglets (P<0.05). Hence, the supply of 200 mL of colostrum or an energy and protein supplement are options which assure greater IgG concentration, weight gain in the first 24 h of life, and higher survival.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/116157
Arquivos Descrição Formato
000965811.pdf (477.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.