Repositório Digital

A- A A+

Relação entre a percepção da imagem corporal e as categorias do índice de massa corporal em escolares

.

Relação entre a percepção da imagem corporal e as categorias do índice de massa corporal em escolares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Relação entre a percepção da imagem corporal e as categorias do índice de massa corporal em escolares
Autor Azeredo, Débora Gaspary de
Orientador Goncalves, Clezio Jose dos Santos
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Criança
Imagem corporal
Índice de massa corporal
Resumo O presente estudo de caráter transversal e cunho descritivo, tem como objetivo verificar as relações entre a percepção da imagem corporal e as categorias do IMC em escolares do ensino médio. Como objetivos específicos verificar a associação entre as categorias do IMC e a satisfação com a imagem corporal, bem como verificar se há diferenças na satisfação da imagem corporal em indivíduos ativos e não ativos e entre os sexos. A amostra foi constituída por 81 escolares com idades entre 14 a 19 anos. Para a avaliação da percepção da imagem corporal foi utilizada a Escala de Silhuetas proposta por Stunkard et al. (1983). Para a avaliação do Índice de Massa Corporal (IMC) foram utilizadas as medidas antropométricas de massa (kg) e estatura (m). Já para verificar o nível de atividade física, foram perguntados aos alunos se eles se consideravam ativos ou não ativos, havendo estas duas opções a serem marcadas. Os dados foram analisados através da estatística descritiva, teste Chi-Square e Kendall’s tau-b. Como resultados encontrou-se que a maioria dos indivíduos de ambos os sexos (23; 92% sexo masculino; 32; 91,4% sexo feminino) pertencem à categoria normal e percebem-se como tal. Indivíduos tanto do sexo masculino como do feminino possuem a percepção real mais aproximada da silhueta 4, porém para a silhueta ideal, o sexo masculino apresenta valor mais aproximado com a silhueta 4, enquanto que o sexo feminino, valor mais aproximado com a silhueta 3. Já em relação a satisfação com a imagem corporal, indivíduos pertencentes à categoria normal estão associados com a insatisfação pela magreza (22; 91,7%), enquanto que indivíduos pertencentes à categoria obeso estão associados com a insatisfação pelo excesso de peso (33, 40,7%). Dos indivíduos que apresentaram insatisfação pela magreza 53,3% são do sexo masculino e 15,7% do sexo feminino enquanto que os indivíduos que apresentaram insatisfação pelo excesso de peso 16,7% são do sexo masculino e 54,9 do sexo feminino. Em relação ao nível de atividade física, os indivíduos que apresentaram insatisfação pelo excesso de peso, 64% são não ativos, e 30% são ativos. Com isso, conclui-se que embora a maioria dos indivíduos possuem adequada percepção da imagem corporal, há casos de distorções significativas, gerando, assim, insatisfação com a imagem corporal, sendo que os indivíduos do sexo feminino apresentam mais episódios destas distorções. Conclui-se, também, que a atividade física possivelmente pode trazer uma percepção corporal mais positiva, uma vez que reduziria a insatisfação corporal pelo excesso de peso.
Abstract This cross-sectional and descriptive study, aims to verify the relation between body image perception and BMI categories in high school students. As aims specific, verify the association between categories of BMI and the satisfaction of body image and check for differences in satisfaction of body image in active and non active subjects and between sexes. The sample consisted of 81 students aged 14-19 years. For the evaluation of body image perception, Scale Silhouettes proposed by Stunkard et al. (1983) was used. Anthropometric measurements of mass (kg) and height (m) were used for evaluation of Body Mass Index (BMI). Already, to check the level of physical activity, students were asked if they considered themselves to be active or not active, having these two options to be marked. Data were analyzed using descriptive statistics, Chi-Square test and Kendall's tau-b. As results revealed that most of subjects of both sexes (23; 92% male; 32; 91,4% female) belong to the normal category and perceive themselves as such. Subjects both male and female have a real perception closer of silhouette 4, but for the ideal silhouette, the male presents value closest with the silhouette 4, while the female value closest with the silhouette 3. As for satisfaction with body image, subjects belonging to the normal category are associated with dissatisfaction with thinness (22; 91,7%), while subjects belonging to the obese category are associated with dissatisfaction by excess weight (33, 40,7%). Subjects who have submitted dissatisfaction with thinness 53,3% are male and 15,7% female while subjects who had dissatisfaction with the overweight 16.7% are male and 54.9 were female. In relation to the level of physical activity, the subjects who presented dissatisfaction with the overweight, 64% are not active, and 30% are active. With this, we conclude that most subjects have adequate perception of body image, there are cases of significant distortions, and thus, generating dissatisfaction with body image, being that females have more episodes of these distortions. Also, it is concluded that physical activity may possibly bring a more positive body perception, once it would reduce body dissatisfaction by excess weight.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/116161
Arquivos Descrição Formato
000964696.pdf (897.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.