Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da vida de prateleira de molhos industrializados para massas oferecidos em serviço de alimentação

.

Avaliação da vida de prateleira de molhos industrializados para massas oferecidos em serviço de alimentação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da vida de prateleira de molhos industrializados para massas oferecidos em serviço de alimentação
Autor Cano, Paula Wendelstein
Orientador Tondo, Eduardo Cesar
Co-orientador Flôres, Simone Hickmann
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências e Tecnologia de Alimentos. Curso de Engenharia de Alimentos.
Assunto Análise sensorial do alimento
Microbiologia do alimento
Molho
Vida útil do alimento
Resumo Dada à crescente busca pela qualidade de alimentos e maior consumo de refeições fora de casa, este trabalho teve como objetivo determinar a vida de prateleira de molhos industriais oferecidos por uma rede de restaurantes de massas e molhos. Os molhos analisados foram: Molho Base Branca, Molho de Carne de Panela, Molho de Cogumelo, Molho de Frango, Molho de Nata, Patê, Molho Pesto, Molho Quatro Queijos e Molho Sugo. As amostras foram produzidos pela unidade fabril da rede e após a produção, armazenados e transportados sob temperatura igual ou inferior a 5°C. Para a determinação da vida de prateleira, foram realizadas análises para avaliar a manutenção da qualidade higiênico-sanitária e sensorial dos produtos. As análises microbiológicas avaliaram a contagem dos microrganismos Clostridium sulfito redutor, Salmonella spp. e Staphylococcus coagulase-positiva, além de microrganismos potencialmente deteriorantes como bactérias mesófilas e bolores e leveduras. Foram realizadas ainda análises de pH e uma análise sensorial prévia para selecionar quais as amostras seriam submetidas à análise sensorial em laboratório, realizada através do teste de aceitação de atributos e análise de intenção de compra com 30 provadores. Os molhos foram analisados semanalmente, durante 8 semanas, prazo de validade inicialmente sugerido para os produtos pela fábrica. As análises demonstraram ausência de Clostridium sulfito redutor, Salmonella spp. e Staphylococcus coagulase-positiva em todas as amostras. Todos os molhos apresentaram contagem de Coliformes a 45°C inferior ao limite preconizado pela legislação. Houve multiplicação de microrganismos mesófilos (até 2,4 x 104 UFC/g na quinta semana de armazenamento) e de bolores e leveduras (até 5,2 x 104 UFC/g na sétima semana de armazenamento) durante o armazenamento das amostras. As maiores contagens de bolores e leveduras foram obtidas na mesma semana em que a análise sensorial prévia rejeitou os molhos avaliados. A análise sensorial demonstrou através da aceitação dos atributos aparência, cor, odor, textura, sabor residual, sabor e aceitação global e da intenção de compra, redução da vida de prateleira de oito dos nove produtos analisados. A vida de prateleira do Molho de Frango foi reduzida para 3 semanas, tornando inviável sua produção. Para o Molho de Carne de Panela e o Patê foi determinado um prazo de validade de 4 semanas, enquanto para o Molho de Quatro Queijos foi de 5 semanas. Para a Base Branca e o Molho de Nata, a vida de prateleira foi fixada em 6 semanas, e a do Molho Sugo em 7 semanas. Somente o Molho Pesto prosseguiu com a vida de prateleira de 8 semanas. Pode-se concluir que as análises microbiológicas e sensoriais foram capazes de determinar a vida de prateleira dos molhos para massas avaliados. Além disso, os resultados demonstraram a necessidade de utilizar matérias primas de qualidade e produzir com as Boas Práticas de Fabricação (BPF), a fim de aumentar a vida de prateleira de molhos industrializados.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/116260
Arquivos Descrição Formato
000964435.pdf (1.275Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.