Repositório Digital

A- A A+

As FARC – EP, o Plano Colômbia e seus desdobramentos nas relações regionais

.

As FARC – EP, o Plano Colômbia e seus desdobramentos nas relações regionais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As FARC – EP, o Plano Colômbia e seus desdobramentos nas relações regionais
Autor Silveira, Wagner Augusto
Orientador Ranincheski, Sonia Maria
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Relações Internacionais.
Assunto Colômbia
Relações internacionais
[en] Armed conflict
[en] FARC-EP
[en] United States
[es] Conflicto armado
[es] Estados Unidos
Resumo O objetivo desta monografia é analisar-se as relações entre o Estado colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do Povo durante o Plano Colômbia e seus desdobramentos nas relações regionais. A hipótese de trabalho é que as Farc – EP assimilaram o Plano Colômbia como uma violação da soberania nacional que transcendeu seus limites territoriais, provocando tensão regional. A metodologia usada é a exposição dos fatos, buscando identificar suas inconsistências, bem como seus resultados. Para isso, delineia-se a conjuntura na qual o Plano está inserido, analisando o surgimento e o desenvolvimento das Farc – EP, bem como a ação político-militar dos Estados Unidos nesse contexto. Devido às consequências dos atentados em 11 de setembro de 2001 aos EUA, as Farc – EP foi anexada à lista de grupos terroristas internacionais, re-significando o projeto inicial do Plano Colômbia, enquadrando-a no combate ao “narcoterrorismo”. Assim o conflito armado foi internacionalizado e o Plano decididamente militarizado. Entendemos que a percepção das Farc – EP sobre esses acontecimentos nos permitem afirmar que a soberania do estado colombiano esteve comprometida. Nas conclusões, apresentamos a atual negociação entre o governo colombiano e as Farc – EP que ocorre em Havana, com seus elementos conflitantes, bem como a possibilidade de seu êxito como sepultamento definitivo dos efeitos do Plano Colômbia para um projeto de reconstrução nacional.
Abstract The purpose of this paper is to analyze the relationship between the Colombian government and the Revolutionary Armed Forces of Colombia - People's Army during the Plan Colombia and its consequences in regional relations. The working hypothesis is that the FARC - EP assimilated Plan Colombia as a violation of national sovereignty and transcended its boundaries, causing regional tension. The methodology used is the statement of the facts in order to identify their inconsistencies and their results. For this, the situation in which the Plan is set is outlined, analyzing the emergence and development of the FARC - EP and the US political-military action in this context. Due to the consequences of the attacks of September 11 in the USA in 2001, FARC - EP was annexed to the list of international terrorist groups, re-meaning the initial design of Plan Colombia, from then framed in the fight against "narcoterrorism". Therefore, the armed conflict has been internationalized and the Plan decidedly militarized. We understand that the perception of the FARC - EP about these events allow us to state that the sovereignty of the Colombian State has been committed. In the conclusions, we present the current negotiations between the Colombian government and the FARC - EP occurring in Havana, their conflicting elements as well as the possibility of closure as a definitive burial of the effects of Plan Colombia in order to have a national reconstruction project.
Resumen El objetivo de este trabajo de grado es el análisis de las relaciones entre el Estado colombiano y las Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia – Ejército del Pueblo, las Farc – EP, durante el Plan Colombia y sus consecuencias em las relaciones regionales. La hipótesis del trabajo es que las Farc – EP han entendido el Plan Colombia como ruptura de soberania nacional y há trascendido sus limites fronterizos, provocando tensión regional. La metodologia usada es la exposición de los hechos, intentando identificar sus inconsistências, así como sus resultados. Para eso, si presenta la conyuntura en la que el Plan está insertado, analisando el origen y desarrollo de las Farc – EP, así como la acción político y militar de los Estados Unidos en esse escenario. Debido a las consecuencias de los ataques del 11 de septiembre del 2001 a los EUA, las Farc – EP há sido adjunta à lista de grupos terroristas internacionales, re-significando el proyecto inicial del Plan Colombia, desde entonces enquadrado em el combate al “narcoterrorismo”. De este modo, el conflicto há sido internacionalizado y el Plan decididamente militarizado. Creemos que la comprensión de las Farc – EP sobre los hechos nos permiten afirmarmos que la soberania del estado colombiano há sido afetada. En las conclusiones, presentamos el actual negociación entre el gobierno colombiano y las Farc – EP que se sucede em La Habana, sus elementos contradictorios, así como la posibilidad de su êxito como entierro definitivo de los efectos del Plan Colombia para el proyecto de reconstrucción nacional.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/116321
Arquivos Descrição Formato
000956554.pdf (545.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.