Repositório Digital

A- A A+

Sustentabilidade e ação socioeconômica : a rede produtiva do plástico verde

.

Sustentabilidade e ação socioeconômica : a rede produtiva do plástico verde

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sustentabilidade e ação socioeconômica : a rede produtiva do plástico verde
Autor Wolffenbüttel, Rodrigo Foresta
Orientador Garcia, Sandro Ruduit
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Plástico
Produção
Sustentabilidade
[en] Green plastic
[en] Socio-economic action
[en] Susteinability
Resumo O estudo em tela versa sobre processos de legitimação de valores sociais no interior de redes produtivas empresariais, abordando, mais especificamente, as recentes transformações nas concepções empresariais de sustentabilidade a partir do crescente conjunto de pressões sociais que ampliaram os riscos de contestabilidade sobre as práticas e reputações das empresas. A ascensão de valores sociais relacionados à questão ambiental suscita questões sobre suas implicações na dinâmica econômica e a sua capacidade de configurar um novo paradigma econômico da sustentabilidade. Neste contexto, a indagação que norteou este estudo pode ser resumida da seguinte forma: Como o processo de elaboração, difusão e legitimação da sustentabilidade reflete-se na ação socioeconômica das empresas? Mais especificamente, como esse processo relaciona-se com as transformações na rede produtiva do plástico verde? Diante desta indagação, adota-se uma perspectiva diversa da tese das esferas autônomas e hostis, em que práticas de responsabilidade socioambiental empresarial seriam concebidas como nocivas ao livre funcionamento dos mecanismos de mercado. Mas também distinta das abordagens que percebem estas condutas, exclusivamente, como transformações discursivas, movidas por interesses econômicos e políticos. A ênfase do estudo repousa sobre a dinâmica de influência mútua entre mercados, sociedade e natureza, embasada em estudos e teorias da sociologia econômica. O foco empírico da discussão refere-se a transformações na rede produtiva do plástico verde que se trata de um plástico que possui as mesmas propriedades físicas do plástico convencional, porém é derivado de uma matéria prima não fóssil (etanol). Por sua vez, o objetivo geral do estudo é analisar o processo de institucionalização da sustentabilidade como um valor e as transformações na ação econômica empresarial que daí decorrem. Constata-se que diferentes agentes sociais (profissionais, empresas, consumidores, financiadores, governantes) vem alterando suas práticas e discursos em direção a novos valores ambientais. O conjunto destas alterações no universo da produção e do consumo, juntamente às alterações nas legislações ambientais, nos conflitos sociais e nas políticas públicas em diversos níveis, aponta para um gradual processo de institucionalização da sustentabilidade como um valor legítimo na esfera pública e econômica. Nesse sentido, o argumento defendido na análise, com base na investigação do caso da rede produtiva do plástico verde, é sobre uma relação múltipla, oriunda da produção sistêmica de riscos ambientais da sociedade contemporânea, que resultou no processo reflexivo de difusão e institucionalização da sustentabilidade como um valor.
Abstract The present study is about processes of social values legitimation within enterprises production networks, approaching, in particular, the recent changes in corporate sustainability concepts based on the growing body of social pressures that increased the risk of contestability on the practices and reputations of companies. The rise of environmental issues related to social values raises questions about its implications for economic dynamics and their ability to set up a new economic paradigm of sustainability. In this context, the question that has guided this study can be summarized as follows: How the drafting process, diffusion and legitimation of sustainability is reflected in the socio-economic action of companies? More specifically, how this process relates to the changes in the productive network of green plastic? Faced with this question, we adopt a different perspective of the thesis of the autonomous and hostile spheres, in which corporate social and environmental responsibility practices would be designed as harmful to the free play of market mechanisms. But also distinct from approaches that understand these conducts exclusively as a discursive changes, driven by economic and political interests. The emphasis of the study rests on the dynamic interplay between markets, society and nature, based on studies and theories of economic sociology. The empirical focus of the discussion refers to changes in the network productive of green plastic that it is a plastic that have the same physical properties as conventional plastics, but is derived from a non-fossil raw material (ethanol). The overall objective of the study is to analyze the process of institutionalization of sustainability as a value and the changes in the business economic action resulting therefrom. It perceives that different actors (professionals, businesses, consumers, lenders, governments) has been changing its practices and discourses toward new environmental values. These changes in the world of production and consumption, along with changes in environmental laws, social conflict and public policy at various levels, points to a gradual process of institutionalization of sustainability as a legitimate value in the public and economic sphere. In this sense, the point made in the analysis, based on the investigation of the case of the production network of green plastic, is about a multiple relationship, arising from the systemic production of environmental risks of contemporary society, which resulted in the reflective process of diffusion and institutionalization of sustainability as a value.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/116472
Arquivos Descrição Formato
000965062.pdf (826.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.