Repositório Digital

A- A A+

As plantas no Tratado breve dos rios de Guine do Cabo-Verde : a perspectiva etnobotânica histórica (1594)

.

As plantas no Tratado breve dos rios de Guine do Cabo-Verde : a perspectiva etnobotânica histórica (1594)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As plantas no Tratado breve dos rios de Guine do Cabo-Verde : a perspectiva etnobotânica histórica (1594)
Autor Jahnke, Teane Mundstock
Orientador Macedo, José Rivair
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Alimentos
Almada, André Álvares de 1555-1650. Tratado breve dos Rios de Guine do Cabo-verde : desde o rio do Sanagá até aos baixos de Sant’Anna
Etnobotânica
Guiné
Historia da Africa
Plantas
[en] African foods
[en] African textiles
[en] Bioactive plants
[en] Ethnobotany
[en] Guinea
Resumo Esta monografia teve como objetivo analisar as relações etnobotânicas em perspectiva histórica, no documento Tratado breve dos Rios de Guine do Cabo-verde: desde o rio do Sanagá até aos baixos de Sant’Anna de Capitão André Alvares D’Almada, do ano de 1594. Para isso, a obra foi estudada a partir das metodologias da etnobotânica de Julio Hurrell e análise de documento de Jacques Le Goff. Buscou-se compreender as inter-relações entre as populações guineenses, os portugueses (europeus) e elementos da flora local, a partir do testemunho de Almada, na região da Guiné, em meados do século XVI. Foram utilizadas referências bibliográficas sobre o tema (plantas/etnobotânica) e sobre o contexto geográfico e temporal. A exposição das relações foi apresentada em duas divisões temáticas, ente os interesses comerciais e produtivos dos vegetais, e, entre o uso de plantas bioativas tóxicas e medicinais. Compreendeu-se que as plantas e sua utilização são essenciais para a história das sociedades guineenses, tendo valor em aspectos econômicos, sociais, políticos e religiosos.
Abstract This study aims to analyze,in a historical perspective, the ethnobotanical relationships described in the document “Tratado breve dos Rios de Guine do Cabo-verde: desde o rio do Sanagá até aos baixos de Sant’Anna”, written by Captain André Alvares de Almada, in 1594.The document was investigated using the methodologies of ethnobotanical studies by Julio Hurrell and document analysis by Jacques Le Goff. We attempted to understand the interrelationships among the guinean populations, portuguese (european) and elements of the local flora, based on the testimony of Almada, in the region of Guinea, in the mid-sixteenth century. References on the theme (plants/ethnobotanical) and the geographical and temporal context were used. The exposure of ethnobotanical and social relationships were presented in two thematic divisions: the plants with commercial and production interests and the use of toxic and bioactive medicinal plants. It was understood that plants and their use are essential to the history of societies, having economic, social, political and religious value.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/116516
Arquivos Descrição Formato
000965512.pdf (313.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.