Repositório Digital

A- A A+

Dinâmica das famílias, população e apropriação da renda agrícola por parte dos grupos ocupacionais familiares no Estado do Rio Grande do Sul nos anos 2000

.

Dinâmica das famílias, população e apropriação da renda agrícola por parte dos grupos ocupacionais familiares no Estado do Rio Grande do Sul nos anos 2000

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Dinâmica das famílias, população e apropriação da renda agrícola por parte dos grupos ocupacionais familiares no Estado do Rio Grande do Sul nos anos 2000
Autor Eder, Hector Augustus Santiago
Orientador Souza, Marcelino de
Co-orientador Revillion, Jean Philippe Palma
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos e Pesquisas em Agronegócios. Programa de Pós-Graduação em Agronegócios.
Assunto Agricultura familiar
Agronegócio
Renda
Rio Grande do Sul
[en] Agricultural families
[en] Agricultural income
[en] Appropriation of income
[en] Family farming
Resumo O agronegócio brasileiro ocupa uma posição de elevada relevância na composição da economia brasileira. No caso do Estado do Rio Grande do Sul este aspecto não é diferente. Nos anos que se registram super safras nas lavouras gaúchas, o desempenho da economia do Estado supera a média de crescimento nacional, como nos anos de 2003 e 2007. Vários estudos apontam para a ocorrência de um boom no desempenho agrícola latino-americano, com destaque para o sucesso, em termos de produção e produtividade agrícola no Brasil. Este boom da agricultura se reflete também no Rio Grande do Sul, indicando que na primeira década dos anos 2000, houve uma elevação da renda total oriunda das diferentes atividades agropecuárias no Estado. Diante desta tendência, este trabalho visa apresentar os resultados de uma pesquisa sobre o comportamento da apropriação da renda agrícola total, considerando os distintos tipos de famílias (empregadores com mais de dois empregados, empregadores com até dois empregados, conta-próprias e assalariados), onde pelo menos um membro da família está ocupado em atividades agrícolas, no Estado do Rio Grande do Sul, nos anos de 2001 e 2009. Os dados utilizados são oriundos da base de microdados das PNADs (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na elaboração da presente pesquisa, foi observada a variação da participação de cada um dos grupos familiares na composição da renda agrícola total, e também se fez uma análise da decomposição dos distintos efeitos que determinam as variações do perfil da apropriação da renda agrícola. A análise dos dados obtidos a partir das variáveis observadas indica que o grupo familiar dos empregadores com até dois empregados foi o que mais se diferenciou dos demais, tanto em termos do aumento de participação relativa no número de famílias e de pessoas ocupadas em atividades agrícolas, quanto em termos de aumento de participação relativa na massa total da renda agrícola e modificações estruturais importantes no universo da agricultura familiar e do rural do Rio Grande do Sul. A explicação apresentada para estas transformações no rural e na apropriação da renda agrícola deve estar ligada ao crescente processo de especialização das atividades agrícolas e de integração intersetorial.
Abstract Brazilian agribusiness occupies a position of high importance in the composition of the Brazilian economy. In the case of Rio Grande do Sul State this aspect is no different. In years that highly yielding crops are recorded, the performance of the State’s economy surpasses the national average growth, as it happened in the years of 2003 and 2007. Several studies point to the occurrence of a boom in the Latin American agricultural performance, highlighting the success in terms of production and agricultural productivity in Brazil. This boom in agriculture is also reflected in Rio Grande do Sul State when in the first decade of 2000 there was an increase in the total income from different farming activities in the State. In the face of this trend, this paper aims to present the results of a survey on the behavior of the appropriation of total agricultural income, considering different types of families (employers with more than two employees, employers with up to two employees, self-employeds and employees), where, at least, one member of the family is developing agricultural activities in Rio Grande do Sul State between 2001 and 2009. The data used are from the microdatabases of the National Research for Sample of Domiciles (PNAD) from the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE). In the elaboration of the present research, the variation of the participation of each of the family groups in the composition of total agricultural income was observed, and also an analysis of the decomposition of different effects that determine changes in the profile of the appropriation of agricultural income was done. The analysis of the data obtained from the observed variables indicates that the family group of employers with up to two employees was the one that most differed from the others, both in terms of increased relative participation in the number of families and of persons developing agricultural activities, as well as in terms of increased relative participation in the total agricultural income and major structural modifications in the universe of family farming in Rio Grande do Sul. The explanation presented for these transformations in the rural area and in the appropriation of agricultural income must be linked to the growing specialization process of agricultural activities and intersectoral integration.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/116598
Arquivos Descrição Formato
000966625.pdf (1.142Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.