Repositório Digital

A- A A+

Validação do portal único centryport de dois canais de trabalho em modelo experimental de apendicectomia laparoscópica

.

Validação do portal único centryport de dois canais de trabalho em modelo experimental de apendicectomia laparoscópica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Validação do portal único centryport de dois canais de trabalho em modelo experimental de apendicectomia laparoscópica
Autor Olijnyk, José Gustavo
Orientador Cavazzola, Leandro Totti
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Cirúrgicas.
Assunto Apendicectomia
Laparoscopia
Procedimentos cirúrgicos minimamente invasivos
Resumo Introdução: Mediante cooperação de cirurgiões da Pós-Graduação em Ciências Cirúrgicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre, Brasil) e a divisão de Engenharia da empresa Bhiosupply© (Esteio-RS, Brasil), desenvolveu-se um Portal Único permanente. Um estudo experimental avaliou sua segurança e eficácia através do modelo suíno de apendicectomia laparoscópica (salpingo-ooforectomia direita). Materiais e Métodos: Em Fevereiro de 2012, vinte suínos foram randomizados para o salpingo-ooforectomia direita pela técnica convencional com três trocartes (LC) ou Portal Único Centryport® (CPort) com dois canais de trabalho, auxiliado por fio transparietal. Dois cirurgiões realizaram os procedimentos, aferindo-se seus tempos operatórios, intercorrências cirúrgicas, gasto de CO2 e curva pressórica de pneumoperitôneo. Testes de pressão e cromotubagem avaliaram as ligaduras. Resultados: Em todos os casos o pneumoperitôneo foi mantido, permitindo realizar as cirurgias propostas. No grupo CPort, no entanto, houve maior gasto de CO2 (26,18 l; DP ± 11,09) em relação ao grupo LC (5,69 l; DP ± 2,44) (p <0,01). A média pressórica no grupo CPort (6,604 mmHg; DP ± 1,793) foi comparativamente mais baixa do que no grupo LC (7,382 mmHg; DP ± 1,833), apesar desta diferença não ter sido significativa (p=0,363). Não houve diferença estatística entre os tempos operatórios, segurança das ligaduras e intercorrências cirúrgicas, tanto na análise dos grupos como intercirurgião. Conclusão: Comparado à salpingo-ooforectomia por laparoscopia convencional, a técnica operatória utilizada através do Portal Único Centryport® não demonstrou diferenças em segurança e eficácia. Apesar de propiciar mais gasto de CO2, sua dinâmica de trabalho não contribuiu com aumento dos tempos cirúrgicos. Os resultados foram similares entre os dois cirurgiões do estudo, sugerindo que possam ser reproduzidos.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/116779
Arquivos Descrição Formato
000955693.pdf (2.645Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.