Repositório Digital

A- A A+

O design de catálogos de museus para dispositivos móveis

.

O design de catálogos de museus para dispositivos móveis

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O design de catálogos de museus para dispositivos móveis
Outro título Mobile museum catalogue design
Autor Silveira, Renata Rizzo
Orientador Pacheco, Joyson Luiz
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pós-Graduação em Design.
Assunto Design gráfico
Dispositivos móveis
Interatividade
Multimídia
Museu : Catálogos
[en] Graphic design
[en] Interactivity
[en] Mobile device
[en] Multimedia
[en] Museum catalogue
[en] Social content
Resumo Com a contínua propagação dos dispositivos móveis, uma área editorial pode estar sujeita a ficar defasada e não seguir os avanços da tecnologia – os catálogos de museus, que foram sempre uma categoria distinta de publicação. Neste momento um crescente número de instituições procura tirar partido da revolução dos dispositivos móveis, já que os usuários estão cada vez mais em sintonia com o que a tecnologia pode oferecer. Já não é suficiente publicar imagens de um objeto, o que gera um desafio para a instituição – como preservar a sua identidade tirando partido desta nova tecnologia? Em um tempo em que está se tornando cada vez mais fácil a auto-publicação no mundo digital, como testemunhado pelo conteúdo das redes sociais, a ascensão dos e-books e a descentralização de conteúdo, quais elementos se aplicam especificamente aos aplicativos de museus neste espaço? Este trabalho apresenta uma seleção de sugestões apontadas aos aplicativos para que possam aproveitar as tecnologias emergentes e ir além das versões impressas, sem perder o contato com o artista, o espaço e a instituição.
Abstract As the spread of mobile devices continues, one area of publishing risks being left behind the technology. Museum catalogues have always been a distinct category of publishing, and were slow to be successfully and widely shifted to a digital format. Now, a growing number of institutions are looking to take advantage of the mobile revolution, the mobile user is also becoming more attuned to what their technology can offer. Simply rendering a publication or object in two-dimensional digital format is no longer sufficient throwing a challenge to the institution – how to preserve their identity and character. In a time when it is becoming easier and easier to self-publish into the digital realm; as witnessed by social content, the rise of the e-book and the decentralization of content, what elements concern specifically to museum catalogues in this space? This work presents a selection suggestions applicable specifically to museum catalogues so they can leverage the emerging technologies and go beyond the printed versions, without losing touch with the artist, the exhibition and the institution. Furthermore, there is an indication of the best multimedia elements that can be added to these catalogues in order to aggregate content and extend the visitor experience.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/116789
Arquivos Descrição Formato
000964597.pdf (29.73Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.