Repositório Digital

A- A A+

Diatermia ovariana guiada por ecografia transvaginal utilizando animais como modelo experimental

.

Diatermia ovariana guiada por ecografia transvaginal utilizando animais como modelo experimental

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diatermia ovariana guiada por ecografia transvaginal utilizando animais como modelo experimental
Autor Pimentel, Anita Mylius
Orientador Corleta, Helena von Eye
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Diatermia
Modelos animais
Síndrome do ovário policístico
Ultrassonografia transvaginal
[en] Experimental model
[en] Ovarian diathermy
[en] Polycystic ovary syndrome
[en] Transvaginal ultrasound
Resumo Introdução: A Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) afeta 5 a 10% de mulheres em idade reprodutiva. O tratamento da infertilidade de causa anovulatória em pacientes com SOP envolve a indução da ovulação, sendo o citrato de clomifeno (CC) a medicação de primeira escolha. Nos casos resistentes ao CC, a segunda linha de tratamento pode ser medicamentosa (gonadotrofinas) ou cirúrgica (cauterização ou diatermia ovariana), realizada por videolaparoscopia (VLPC). A indução com gonadotrofinas aumenta muito o risco de multigestação, o que não ocorre com a diatermia ovariana, que restaura a ovulação fisiológica (monovulação). A ecografia transvaginal é um procedimento simples, menos invasivo do que aVLPC, que permite a punção ovariana através do fórnice vaginal. Objetivos: desenvolver uma técnica minimamente invasiva de cauterização ovariana monopolar guiada por ecografia transvaginal, utilizando animais (ovelhas e vacas) como modelo experimental. Métodos: em um primeiro experimento foram utilizadas ovelhas (15 Corriedale e 2 Suffolk) e no segundo experimento foram utilizadas 11 vacas Angus, todos animais em idade reprodutiva e com integridade ovariana anatômica e funcional. Para a cauterização monopolar foi utilizado o eletrocautério Valleylab Force FX e uma agulha especialmente desenvolvida para esse fim. Os animais tiveram os ovários cauterizados em 4 pontos cada e foram abatidos 2 dias após para coleta dos ovários e inspeção do trajeto da agulha. Resultados: Nas ovelhas, dos 34 ovários cauterizados, apenas 3 apresentaram a lesão característica. Dos 22 ovários cauterizados nas vacas, 20 apresentaram a lesão característica, tanto macro quando microscopicamente. Nas duas espécies animais, não houve lesões no trajeto da agulha. Conclusão: A cauterização ovariana se mostrou segura nos dois modelos experimentais, nenhum animal apresentou lesões térmicas ou pela punção no trajeto da agulha. Nas vacas, a identificação ecográfica e a cauterização, além de segura, foram efetivas. A eficiência e segurança dessa técnica devem ser estudadas em mulheres com anovulação por SOP.
Abstract Introduction: The Polycystic Ovary Syndrome (PCOS) affects 5-10% of women at reproductive age. Treatment of anovulatory infertility in patients with PCOS involves the induction of ovulation, with clomiphene citrate (CC) the drug of first choice. In cases resistant to CC, the second line of treatment can be medicated (gonadotropins) or surgery (ovarian diathermy or cautery), performed by laparoscopic video (LPCV). The induction with gonadotrophins increases the risk of multi pregnancy, which does not occur with ovarian diathermy, which restores physiological ovulation (monovulation). The transvaginal ultrasound is a simple procedure, less invasive than the LPCV allowing ovarian puncture through the vaginal fornix. Objectives: To develop a minimally invasive technique of monopolar ovarian cauterization guided by transvaginal ultrasound, using animals (sheep and cattle) as an experimental model. Methods: In a first experiment were used sheep (15 Corriedale and 2 Suffolk). In the second experiment were used 11 cows Angus, all animals at reproductive age with anatomic and funcional ovarian integrity. For cauterized were used Valleylab Force FX electrocautery and a needle specially developed for this purpose. The animals had ovaries cauterized at 4 points each and were slaughtered 2 days after for collection of the ovaries and inspection of the needle path. Results: In sheep, from the 34 ovaries cauterized, only 3 showed the characteristic lesion. From the 22 ovaries cauterized in cows, 20 had the characteristic lesion, both macro and microscopically. In both species, there were no injuries in the path of the needle. Conclusion: The ovarian cauterization proved safe in experimental models, no animal showed thermal injury or puncture in the path of the needle. In cows, the sonographic identification and cauterization, beyond safe, were effective. The efficiency and safety of this technique should be studied in women with SOP anovulatory.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/117140
Arquivos Descrição Formato
000873320.pdf (994.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.