Repositório Digital

A- A A+

Errâncias e itinerâncias de uma pesquisa avaliativa em saúde : a construção de uma metodologia participativa

.

Errâncias e itinerâncias de uma pesquisa avaliativa em saúde : a construção de uma metodologia participativa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Errâncias e itinerâncias de uma pesquisa avaliativa em saúde : a construção de uma metodologia participativa
Outro título Wanderings and itineraries of an evaluative research in health : construction of a participatory methodology
Autor Paulon, Simone Mainieri
Chaves, Alice Grasiela Cardoso Rezende
Eidelwein, Carolina
Passos, Eduardo
Righi, Liane Beatriz
Verdi, Marta
Finkler, Mirelle
Yasui, Silvio
Resumo Este texto visa apresentar o processo de construção da metodologia da pesquisa “Formação em Humanização do SUS: avaliação dos efeitos dos processos de formação de apoiadores institucionais na produção de saúde nos territórios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo”. Nesta investigação, buscou-se desenvolver uma práxis avaliativa adequada aos processos de formação em foco, uma metodologia que, em vez de avaliar sobre, avaliou com os apoiadores que participaram da formação-intervenção, uma metodologia participativa. Para tanto, a constituição do Grupo de Interesse da Pesquisa foi uma eminente ferramenta. Os apoiadores formados compuseram a equipe da pesquisa para ampliar as possibilidades participativas de um grupo amplo e disperso, produzindo interferências na condução do processo investigativo, descritas e analisadas neste artigo. Suas vivências, ao mesmo tempo, interferiam nas compreensões que tinham até então acerca do que haviam experimentado nas formações-intervenção e nos efeitos produzidos em seus cotidianos, passados quase quatro anos. Assim, o percurso metodológico esteve intrinsecamente vinculado à construção de um plano diferenciado de subjetivação, necessariamente coletivo, que buscou o deslocamento da posição dos apoiadores envolvidos de meros fornecedores de dados para uma posição de lateralidade aos demais atores. A experimentação proporcionada pelas estratégias participativas permitiu que pesquisadores e apoiadores passassem a interferir e compor o cenário avaliativo com atuações mais protagonistas ao longo do processo investigativo. A pesquisa se configurou como uma aposta numa dada arquitetura metodológica que, ao buscar a superação da lógica avaliador-avaliado, produziu informações para (retro)alimentar a intervenção por ela desencadeada. Em sua dimensão formativa, atravessou, ainda, os processos de trabalho analisados pelos apoiadores resgatando o caráter indissociável que todo fazer em saúde mobiliza entre intervir-formar-avaliar.
Abstract The study presents the construction process of research methodology "Training in SUS Humanization: effects evaluation of training processes from institutional supporters on health productionin Rio Grande do Sul, Santa Catarina and São Paulo territories." There was a search for developing an appropriate evaluative practice to the training processes, a methodology that instead of evaluating on something, assessed along with the supporters who attended the training-intervention, a participatory methodology.Therefore, the constitution of the Research Interest Group was an eminent tool. Trained supporters comprised the research team to expand participatory possibilities of a large and dispersed group, producing interferences in the investigative process conduction, described and analyzed in the study.At the same time, their experiences interfered in the understandings they had until then about the intervention-training experiences and effects on their daily lives, after almost four years. Thus, the methodological approach was intrinsically linked to the construction of a subjectivity differentiated plan and necessarily collective, which shifted the position of supporters involved from mere data suppliers to a lateralityposition in relation to other actors.The trial afforded by participatory strategies allowed researchers and supporters to interfere and compose the evaluation scenario with remarkable performances throughout the investigative process.The survey configuration was like a bet on a given methodological architecture that, in seeking to overcome evaluator-evaluated logic produced information for (retro) feedingthe intervention triggered by it. In the formative dimension, it also went through working processes analyzed by supporters rescuing the indissoluble characteristic that health activities mobilize among intervening, training and reviewing.
Contido em Saúde & transformação social. Florianópolis. Vol. 5, n. 2 (2014), p. 20-28
Assunto Avaliação de serviços de saúde
Metodologia
Pesquisa qualitativa
Políticas públicas
[en] Health humanization
[en] Health services assessment
[en] Methodology
[en] Public health policies
[en] Qualitative research
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/117399
Arquivos Descrição Formato
000964470.pdf (836.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.