Repositório Digital

A- A A+

Apoio para a produção de redes de (em) saúde : efeitos de percursos formativos em humanização da atenção e gestão do SUS

.

Apoio para a produção de redes de (em) saúde : efeitos de percursos formativos em humanização da atenção e gestão do SUS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Apoio para a produção de redes de (em) saúde : efeitos de percursos formativos em humanização da atenção e gestão do SUS
Outro título Networks production support (in) health : training pathways effectson SUS management and care humanization
Autor Righi, Liane Beatriz
Rohde, Luzilena de Sousa Prudêncio
Macharelli, André Aki
Baibich, Maria Esther Souza
Robinson, Patrícia Genro
Resumo O artigo analisa a produção de redes como um dos efeitos de processos de formação de apoiadores desenvolvidos pela Política Nacional de Humanização (PNH) em três estados brasileiros. É parte de pesquisa multicêntrica e interinstitucional que teve como objetivo avaliar os efeitos produzidos por processos de formação de apoiadores institucionais da Política Nacional de Humanização (PNH) nos territórios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo entre 2008 e 2010. A metodologia eleita para a análise de Planos de Intervenção deu origem a superfamílias. O artigo em pauta trata da análise da superfamília Redes, que foi composta por quatro famílias: rede de equipamentos, rede de trabalhadores, rede social e rede intersetorial. A trajetória metodológica para a colheita dos dados foi efetuada em vários tempos e modalidades: Planos de Intervenção (PI’s) desenvolvidos pelos apoiadores e apresentados ao final do curso em 2009; Questionário Eletrônico (QE) enviado aos apoiadores ao final de 2012; Grupos Focais (GF) ou Entrevistas (coletivas ou individuais) (ENT) realizados em 2013 e 2014. Por último, os principais achados foram discutidos em grupos temáticos desenvolvidos durante o Seminário Nacional (SEM) de devolução dos resultados da pesquisa, em maio de 2014. Os temas foram agregados em três ênfases: a) produção de redes como efeito do processo de formação: quais redes?; b) redes como articulação, parcerias e fluxos; c) grupalidade e as Unidades de Produção (UPs) para a Formação e Fomento de Redes. A análise indica que a organização dos cursos em Unidades de Produção produziu grupalidade e induziu a articulação de ações nas regiões. A ideia de uma REDE da PNH, mais presente nos Planos de Intervenção, foi dando lugar à utilização de metodologias de apoio para coletivos identificados nas redes regionais, perspectiva mais presente na narrativa da ação dos apoiadores.
Abstract The article analyzes networks production as one of the effects of supporters training processes developed by the National Humanization Policy (PNH), in three Brazilian states.It is a multicentric and institutional research to evaluate effects produced by training processes of institutional supporters of the National Humanization Policy (PNH) in Rio Grande do Sul, Santa Catarina and São Paulo territories, between 2008 and 2010.The methodological approach of this evaluative research of 4thgeneration relied oninterventionist, participative and training strategies such as the establishment of expanded research committees, workshops and seminars with the supporters.There Were 319 SUS workers distributed in 111 municipalities in São Paulo, Santa Catarina and Rio Grande do Sul. Procedures included documentary analysis, questionnaires, interviews and focus groups. Data organization was around eight analytical axes, including networks production.Finally, the main findings were discussed in thematic groups during the National Seminar (SEM) of research results return, in May 2014. The subjects were grouped into three categories: a) Networks’ production as training process effect: what networks?, b) Networks as articulation, partnerships and flows; c) Groupality and Production Units (UPs) for networks promotion and formation.The analysis indicates that courses organization for supporters training of PNH, in Production Units format, produced groupality and induced joint actions in the regions.The idea of a PNH NETWORK more present in Intervention Plans started to give way to the use of supporting methodologies for collectives identified in regional networks, a more present perspective in the supporters’ action narrative.
Contido em Saúde & transformação social. Florianópolis. Vol. 5, n. 2 (2014), p. 59-68
Assunto Apoio ao planejamento em saúde
Humanização da assistência
Integralidade em saúde
Regionalização
Serviços de saúde
[en] Assistance humanization
[en] Health planning support
[en] Health services
[en] Networks
[en] Regionalization
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/117431
Arquivos Descrição Formato
000964468.pdf (621.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.