Repositório Digital

A- A A+

O Benchmarking como instrumento funcional de gestão socioambiental no mercado bancário

.

O Benchmarking como instrumento funcional de gestão socioambiental no mercado bancário

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O Benchmarking como instrumento funcional de gestão socioambiental no mercado bancário
Autor Jabif, Victor Rodrigo da Costa
Orientador Nascimento, Luis Felipe Machado do
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Administração.
Assunto Benchmarking
Gestão socioambiental
[en] Banking market
[en] Socio-environmental management
[en] Sustainable development
Resumo O desenvolvimento sustentável deixou de ser uma ideia distante e passou a ser uma realidade, não só para o âmbito público, mas para todos os campos da sociedade. As empresas tem um papel fundamental nessa nova visão de mundo; sua colaboração está em fatores como a melhor gestão de recursos, o funcionamento ético e responsável de suas operações, a boa governança, o tratamento com funcionários e demais stakeholders, etc. As instituições financeiras possuem uma função ainda mais decisiva já que podem impulsionar o desenvolvimento sustentável ou, ao contrário, derrubá-lo. Algumas diretrizes já estão em vigor no Brasil e no mundo como os Princípios do Equador e o Protocolo Verde, que direcionam qual caminho os bancos podem e devem trilhar. Entretanto, a adoção ou não destes princípios dependem do desenvolvimento de técnicas de gestão socioambiental por parte de cada empresa. O objeto de estudo deste trabalho é o Banco De Lage Landen e o funcionamento de sua estratégia de gestão e responsabilidade socioambiental. Além disso, essa pesquisa buscou identificar através de benchmarking as boas práticas de gestão sustentável no mercado bancário, analisando ações de outras cinco instituições bancárias em seus respectivos Relatórios de Sustentabilidade. O material coletado foi separado baseado nos princípios do Protocolo Verde, documento nacional com as diretrizes bancárias para a sustentabilidade, e comparado com a estratégia do Banco De Lage Landen.
Abstract The sustainable development left to be a faraway idea and became a reality, not only for the public ambit, but for all fields of society. The companies have a fundamental function on this new vision of world; its contribution is on factors such as better resource management, responsible and ethical working of its operations, the good governance, treatment with functionaries and other stakeholders. Financial institutions have an even more decisive function since it can boost the sustainable development or, rather, knock it down. Some guidelines are already available in Brazil and in the world like the Equator Principles and the Green Protocol -Protocolo Verde- that directs which way the banks can and should take. However, the adoption or not of these principles depends on the development of socio-environmental management techniques by each company. The study object of this work is De Lage Landen bank and the working of its strategy of socio-environmental management and responsibility. Besides, this research sought to identify through benchmarking the best practices of sustainable management on the banking market, analyzing actions of five others banking institutions and its respective sustainability reports. The collected material was separated based on the Green Protocol principles, Brazilian national document with the banking directresses for the sustainability and compared with De Lage Landen bank strategy.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/117465
Arquivos Descrição Formato
000967695.pdf (1.604Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.